Com ampla maioria, petroleiros e petroleiras de PE/PB aprovam indicativos da FUP

Sexta, 18 Outubro 2019 15:36

O SIndipetro PE/PB finalizou, na manhã da última quinta-feira (17), a última assembleia de votação dos indicativos da Federação Única dos Petroleiros (FUP) relativas à campanha reivindicatória por direitos trabalhistas dos petroleiros e petroleiras do Sistema Petrobrás.

Ao todo, foram realizadas 16 assembleias, entre os dias 14 e 17 de outubro, junto aos trabalhadores e às trabalhadoras de todas as bases operacionais dos estados de Pernambuco e Paraíba.

Com expressiva votação, a categoria rejeitou a proposta de Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) apresentada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) no dia 19 de setembro.

Além da rejeição da proposta os demais indicativos da FUP também foram seguidos, onde foram aprovados: os itensenviados pela FUP ao TST, no dia 26 de setembro, como melhoria à proposta apresentada pelo Tribunal; o condicionamento das assinaturas dos acordos coletivos de trabalho das subsidiárias e da Araucária Nitrogenados; e, por fim, a implementação de uma greve a partir das 00h do dia 26 de outubro, caso a empresa não dê continuidade às negociações junto à FUP, FNP e seus respectivos sindicatos.

Os resultados nacionais das assembleias dos sindicatos ligados à FUP foram discutidos na sexta-feira (18) durante o Conselho Deliberativo da Federação, onde serão decididos os próximos passos a serem seguidos.

[Via Sindipetro-PE/PB]

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram