100 mil trabalhadoras do campo ocupam as ruas de Brasília na Marcha das Margaridas

Quarta, 14 Agosto 2019 13:22

100 mil trabalhadoras do campo, de todo país, deram início, na manhã desta quarta-feira (14), a uma passeata pelas ruas da capital federal, rumo ao Congresso Nacional, para dizer não ao desmonte das políticas públicas voltadas ao campo e a reforma da Previdência. 

A ação faz parte da 6ª edição da Marcha das Margaridas, que tem como temas este ano a agroecologia e o enfrentamento da violência contra a mulher no campo. 

O nome da marcha presta homenagem à Margarida Maria Alves, ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande, na Paraíba.

Ela foi assassinada em 12 de agosto de 1983, a mando de latifundiários da região. Por mais de dez anos à frente do sindicato, Margarida lutou pelo fim da violência no campo, por direitos trabalhistas como respeito aos horários de trabalho, carteira assinada, 13º salário, férias remuneradas.

Via Brasil 247

 

Lula faz carta de saudação a ‘Marcha das Margaridas’ em Brasília

 

Última modificação em Quarta, 14 Agosto 2019 13:51

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram