Petroleiros ocupam Salvador neste 2 de julho, em defesa da soberania nacional

Domingo, 01 Julho 2018 18:08

[Atualização 13h50 de 02/07]

O Centro histórico de Salvador amanheceu coberto por faixas em defesa da soberania nacional e bandeiras laranjas, da cor do uniforme dos petroleiros, nesta segunda-feira, 02 de julho, que marca a Independência da Bahia. O tradicional desfile cívico teve início por volta das 07 horas, no bairro da Lapinha, de onde os participantes caminharam em direção ao Campo Grande. Com o tema "Luta Pela Paz", a celebração deste ano foi ainda mais emocionante por conta do jogo da seleção brasileira. 

Como nos anos anteriores, os petroleiros participaram deste importante movimento cívico, que também é tradicionalmente marcado por protestos em defesa da democracia e dos direitos sociais. Organizada pelo Sindipetro Bahia, a mobilização contou com a participação da FUP e de seus sindicatos, que estão em Salvador para atos em defesa do Sistema Petrobrás. O desfile deu visibilidade à luta da categoria contra a privatização dos ativos da empresa e pela redução dos preços dos combustíveis.

A história do sindicato dos petroleiros na Bahia se confunde com a própria história da luta pelo descobrimento e produção de petróleo no Brasil. Foi neste estado que teve início a exploração de petróleo no país, ainda na época do Império, quando o Marquês de Olinda cedeu o direito a José Barros de Pimentel de realizar a extração de betume, às margens do Rio Marau.

É na Bahia, portanto, que a FUP inicia as mobilizações de julho, contra a entrega das refinarias, dutos, terminais, fábricas de fertilizantes e demais ativos do Sistema Petrobrás, que estão em processo de venda. Ao longo do mês de julho, os petroleiros terão atividades semanais contra a privatização da empresa. Veja agenda abaixo.

* 02 de julho - manifestação em Salvador e reunião da FUP
* 03 de julho - ato na Rlam (BA) e reunião da FUP
* 12 de julho - ato na Refap (RS)
* 17 de julho - ato na Repar (PR)
* 18 de julho - Conselho Deliberativo da FUP (PR)
* 26 de julho - ato na Refinaria Abreu e Lima (PE)

Independência e soberania

Duas histórias de lutas. Dois movimentos que buscaram a independência de suas classes. Duas lutas em busca da soberania de uma bandeira carregada de orgulho.

O Sindipetro Bahia resgata a importância da data:

"A comemoração do dia 2 de julho é uma celebração às tropas do Exército e da Marinha Brasileira que em 1823, através de muitas lutas, conseguiram a separação definitiva do Brasil do domínio de Portugal. Neste dia, as tropas brasileiras entraram na cidade de Salvador, que era ocupada pelo exército português, tomando a cidade de volta e consolidando a vitória.

Esta é uma data cívica importante para a Bahia e também será uma data marcante para a categoria petroleira, que vive momentos de resistência contra o desmonte da Petrobrás e luta contra a privatização da companhia e a venda de ativos e polos de extrema importância para a economia e o desenvolvimento do Brasil.

Diante de todo o histórico de conquistas, de trabalho árduo do povo baiano e brasileiro, a diretoria do Sindipetro-BA reafirma o compromisso de lutar pela Soberania Nacional e fará um grande ato no desfile. Todos unidos em prol do Brasil e em defesa da Petrobrás, feita por cada brasileiro".

c0993732-a6ec-4912-bd93-8b2ea9ef8832
8576a1ba-621f-4865-a1c5-efcbbaaf994b
72d62d4b-11d7-4411-b204-7d51447c15b7
0afe69fb-714c-449e-94ef-5e3fd1e5211b
92b1e1c2-4644-4dd6-a0df-4b2f4584d3a3
02-07-18
91d1c314-4dda-44c3-af94-7aa6a8a31e70
ba052c51-6bdf-4b43-95e1-c3e484858ecb
5d440d76-f0eb-4214-b1d1-0908882299ff
3e80eaad-ff25-4e52-ae49-2af783704627
02-07-18-b
0d190665-1a11-4018-9983-fd14ea266e8a
ba9fd222-3cbb-4121-9e8f-4b4f91f09125
adbe8b7b-426d-4b4f-842c-ad8e09da19ea
87799e0e-ad13-4517-b60a-4c02ac1e3130
5801ef0f-56c7-4e2f-a96a-6f971d6f32e8
2057e896-edbb-48bb-a5a3-b5b2d1559ea8
428c62ed-66c5-4cc8-9434-ae82aaa8aabc
346f02b6-c548-41ab-8c1a-825c9abefa8c
fbb3d3d3-fa8c-4bf5-aee2-d5aa657a4848
f03766e6-a1db-4acb-b6be-8a9dcb38d9cc
f002249b-acd0-4b88-9d61-6e0c907112c4
f8c8ff65-e8cb-413d-abb3-c57ec24d780b
edf4dab3-6cd7-4262-a92e-67dd9f7f3a1d
ec92b451-506a-4a45-bafe-d87e87668a3f
d156429c-7696-4ccf-be32-265114c4ce84
d32b443e-4a78-41d5-81d8-5dcb7e8e5283
ca097e4c-5a2d-4f58-9548-0e4eed7ed7ae
caffaf41-e3ba-4f1c-a5bf-0447700c7924
fb5526c4-32f5-4586-8602-9b660d29c267
f645ccba-c99f-4d07-ae26-2fbf4b4dafa0
f9ee51ad-9755-469f-ad7f-37c5c7daf838
ea33a133-15f7-436d-954e-91bc8b18b380
e112e4c0-a919-4342-b4ac-55240e3a6c82
e8cb02cd-bae9-4bd3-85fd-7dd77e0d3f19
e05a41c8-502e-45ba-a620-64f2f3126e33
e3b3616f-70be-4816-9c01-ad9471842563
e0fc4203-b00b-4c92-a953-308bf7227c65
decb6c7d-555f-46fb-8569-9f2911fb8118
cdd7d98a-956e-4fba-9ba6-b89fe93fc909
cbef2e11-ac55-45b3-b9e8-fc3b0bfdf4ce
ba5a214b-f7e6-4d4e-8671-bba3f37448cf
b97e3717-3b95-4ec3-9535-0489983f329f
b78d81dd-3936-40bb-b4b4-184ce9890e1b
a568b5aa-138e-4a72-972e-9b937f52513f
36062436-0208-4db9-bf25-0801becbcf9b
49368863-c473-494d-8005-bd774a6ee81c
79686e14-aaa1-4133-828a-ad2165d12631
8576a1ba-621f-4865-a1c5-efcbbaaf994b
2007f516-cb5f-41e7-9559-026741b086b9
988cc92a-0115-4e70-827f-e8fd88cebcca
295efbec-1251-4cba-bf09-8e28ca59c678
885b6921-4c6b-459f-a459-b844adaaa4c4
243d033b-464f-4910-89ec-e7ffbc5c2f83
0246c64e-9a15-4173-b72b-b01f1989a0c8
122af0c9-43b5-4942-891b-388403c6d619
047d70b4-3439-4c98-aa7e-196e24bc60c1
22ee477f-8b00-4995-9646-0ac633b0a13e
32e44a86-ed17-4724-ba20-8812ee92a0aa
9c7848d0-5f10-4079-8b10-53c993fc7022
7b37e82f-ac0c-42e7-8e84-3b01e292a62c
7b3a4254-dce1-459d-b670-24b5cb8758e3
6e505510-7fdc-4fd9-aa60-6e9887ed5ff2
6e005803-2158-4f32-936f-2da66bcd20b4
5c45dc9e-f8c7-4701-ad19-35801751a13c
5a6a34b2-ac70-4d0d-bf9a-5c61817e87b4
4f04a80d-a6ee-4a70-9b98-c3e6e9d4ab66
4c0b0d9e-f15e-45a4-be40-2ceef8c454b4
4f3eee17-8943-4206-96a0-5d21f068498c
3f6c9c37-28ae-44e1-9209-99f7865ab984
2e300d4f-f41b-48c8-83a1-996622393524
02-07-FUP-BA
02-07-BAFUP
01dc9ed2-4a5c-49f1-8207-30346a02be7b
0e575e2c-06ad-4721-a23c-aff782d362b7
0b961ca0-3672-4842-ad88-acd69f8ae574
0d9c89dc-c2cb-4906-8052-a10f29ff512c

[FUP e Sindipetro-BA]

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram