Em atos pelo país, petroleiros denunciam entrega do Pré-Sal

Quinta, 07 Junho 2018 17:37

Nesta quinta-feira, 07, os petroleiros dos sindicatos filiados à FUP junto com os movimentos sociais realizaram atos em todo país contra a 4ª Rodada de Partilha da Produção do Pré-Sal, realizada no Rio de Janeiro.

Na calçada da sede da Agência Nacional do Petróleo – ANP, no centro do Rio, o Levante Popular da Juventude organizou uma peça de teatro denunciando o preço abusivo dos combustíveis que estão atrelados ao valor internacional, quando o petróleo é extraído e refinado no Brasil. Além disso, estavam presentes os representantes do MAB, Movimento dos Atingidos por Barragem, MPA, Movimento dos Pequenos Agricultores e MST, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra.

Ainda no estado do Rio de Janeiro, os diretores do Sindipetro de Duque de Caxias, ocuparam a maior usina termelétrica do Brasil, a Governador Leonel Brizola, responsável por manter o fornecimento elétrico e de vapor da REDUC, além de ser integrada nacionalmente com a central de FURNAS. Caso esta Usina pare, para a Refinaria podendo gerar um apagão em toda região Sudeste. Para o coordenador geral da FUP e diretor do Sindipetro Caxias, Simão Zanardi, “O leilão é um crime contra a soberania. O governo Temer está destruindo a Petrobrás em um processo de sabotagem interno, privatizando nossas refinarias, dutos, terminais e plataformas, além de estar vendendo nosso petróleo barato no pré-sal”.

Em São Paulo, a juventude do Levante colocou faixas em diversos pontos da cidade de grande movimentação.

Em Vitória, a direção do Sindipetro Espírito Santo organizou uma carreata pela cidade além de terem ajuizado um agravo de instrumento contra a 4ª rodada de licitação da partilha e produção do Pré-Sal e atraso no embarque dos petroleiros P-57.

Em Minas Gerais a direção do Sindicato realizou um atraso de duas horas com os trabalhadores do Turno e Horário Administrativo. De acordo com o diretor Alexandre Finamori os atrasos seguem até domingo com os trabalhadores de Turno.

O Sindipetro Bahia realizou na manhã desta quinta-feira um ato em frente à sede da Petrobrás, no Itaigara, para denunciar a 4ª rodada de licitação de blocos do Pré-Sal. "Infelizmente, quatro áreas gigantescas e estratégicas para o país estão sendo entregues hoje a petrolíferas estrangeiras", lamentou o coordenador do Sindipetro Bahia, Deyvid Bacelar. "A atual gestão da empresa está desvalorizando os ativos e as riquezas do país, que estão sendo praticamente entregues.

Em Fortaleza, a direção do Sindipetro Ceará e Piauí realizou um ato na entrada da Refinaria Lubrificantes e Derivados do Nordeste – Lubnor.

No Sindipetro PE/PB, os petroleiros junto com o Levante da Juventude realizaram um ato pela manhã, na entrada no Terminal de Suape (PE), onde denunciaram a entrega dos campos do Pré-Sal e o desmonte da Petrobrás.

No Rio Grande do Norte, os petroleiros participaram de setoriais do Sindicato nas áreas administrativas e operacionais.

Em Porto Alegre, a direção do Sindipetro RS além de espalhar cartazes pela cidade com dizeres contra a política de preços da Petrobrás, realizou um ato público na Esquina Democrática.

Leia também: Origem do golpe, Pré-Sal é cada vez mais dos gringos

[FUP | Foto; Sindipetro-PE/PB]

080c3f95-c683-4d00-8518-648791edc3d3
5483c41c-1c8a-4820-aa7c-8b87187baaa5
a655ec40-e6e1-42f6-97f0-530a48fdbab6
62437e47-77ac-452b-81fa-0b5e3aad06f2
fec37b24-f940-41f6-ae66-4c560acb4311
96931dab-8eb2-4c0d-b00b-38ceea7e725d
WhatsApp-Image-2018-06-07-at-192917
07-06-RS
00-anpleilo
00-ANP
8c8e7df4-82c3-4860-b275-1f10c8acfe74
1a89d075-a338-4abb-9b97-4ec415a47109
784e18c4-89bc-4d8f-bf45-d48a6ec41c2c
3475253019781198422599701162297585717739520n
00-ANP-SUAPE
54fa1ec7-7c8d-41b4-921d-966e36e1f4df
5701e7a4-8fed-49bd-9a5e-aa6ccbd36fb5
07-06-CAXIAS
07-06-BA
d0442445-af60-4a65-bb31-2b1a75c82832
e7abf2fd-ddc2-45d0-bd8b-fce1c2aa66d1
88ac5318-c38a-4890-bb76-bc77e30ec16c
7bc5d589-69ab-4c02-9b1c-352a96f6398b
c613a1ef-152f-44cd-8a86-2041d07def96
f4395a16-1085-4c1b-a987-97c4461f27e7
07e0ba7d-3270-4b19-82c1-18d1fe6eb7c8
543c953b-913f-46dc-b366-36ac0bd77a3a
07-06-ES
12430749-612f-4ef9-b134-858bbf44f9b5
777bcfd3-f8ed-4661-855f-1e3a3832e03f
781d89f7-86b7-4b79-af30-70ef3a6ce16f
07-06-ES2
07-06-ES3
07-06-ES

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram