TCU retira da 15ª Rodada dois dos 17 blocos do pré-sal que o governo quer entregar sob regime de concessão

Quarta, 28 Março 2018 17:40

No dia anterior à 15ª Rodada de Licitações que a Agência Nacional de Petróleo (ANP) realiza nesta quinta-feira, 28, o Tribunal de Contas da União (TCU) suspendeu através de medida cautelar parte significativa do leilão. A justificativa é que a União amargará prejuízos de pelo menos R$ 2,37 bilhões se dois dos 70 blocos que serão licitados forem entregues sob o regime de concessão.

Assim como fez em setembro do ano passado, na 14ª Rodada da ANP, Temer e sua turma querem entregar às multinacionais áreas exploratórias do pré-sal a preço de banana e sob o regime de concessão e não de partilha de produção. Sozinhos, esses dois blocos retirados do leilão pelo TCU representam mais de 70% dos bônus de assinatura que o governo estimava receber.

Outros 15 dos 68 blocos de óleo e gás que serão leiloados nesta quinta-feira também estão localizados na franja do pré-sal. O TCU, no entanto, não se manifestou sobre eles. Mais um ataque do governo golpista à soberania nacional.

[FUP, com informações das agências de notícias]

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram