Petroleiros da Perbrás fazem ato nesta terça por representação sindical classista

Segunda, 27 Novembro 2017 14:57

Petroleiros da Perbras realizam terça-feira, 28, em Catu, na Bahia, ato pelo retorno da representação da categoria pelo Sindipetro-NF. O protesto está previsto para o início da manhã e tem como bandeira a reivindicação de que "Sem o NF não tem acordo".

O sindicato será representado pelo coordenador do Departamento de Trabalhadores do Setor Petróleo Privado, Wilson Reis, e pelo diretor Eider Cotrim.

Cerca de 500 petroleiros atuam na Perbras no Norte Fluminense. A representação dos empregados da empresa foi retirada do Sindipetro-NF por outra entidade sindical, o Sinditob, que recentemente fechou acordo com 0% de reajuste.

Protesto no NF

No último dia 6 de novembro, a FUP e sindicatos petroleiros, como o Norte Fluminense, Bahia e Espírito Santo, realizaram um ato no Parque de Tubos, em Macaé, também contra a exclusão do NF das mesas de negociação com a Perbras.

O movimento sindical denunciou que a empresa simulou uma assembleia de trabalhadores que teria decidido pela mudança da representação sindical para o Sinditob. A própria categoria denunciou ao NF em setoriais que essa assembleia não foi divulgada e teve quórum baixíssimo.

Nas semanas anteriores, o NF havia realizado uma série de reuniões setoriais com trabalhadores da Perbras no PT, tendo como pauta a representação do Sindipetro-NF, o assédio das gerências na Bacia de Campos e as negociações do ACT 2017/2018.

Via Sindipetro-NF

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram