07 de setembro: Grito dos Excluídos será em defesa da democracia e dos direitos trabalhistas

Terça, 05 Setembro 2017 15:25

A 23ª edição do Grito dos Excluídos deste ano traz como lema “Por direitos e Democracia, a luta é todo dia” e aborda a realidade de um Brasil em crise, com desemprego, retirada de direitos trabalhistas e que em breve enfrentará a votação da reforma da Previdência, proposta que ameaça a aposentadoria de milhões de brasileiros.

A manifestação é realizada pelos movimentos sociais em conjunto com a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil desde 1995, sempre na semana do feriado de 07 de Setembro, com o objetivo de mobilizar a sociedade para temas relacionados ao combate às injustiças e desigualdades sociais.

A Coordenação Nacional do Grito dos Excluídos quer chamar a atenção da sociedade para a urgência da organização e luta popular frente à conjuntura em que o país vive hoje.

Este ano, o Grito dos Excluídos marcará também o lançamento da campanha da CUT de coleta de 1,3 milhão de assinaturas em apoio ao projeto de lei de iniciativa popular proposta pela Central para anular os efeitos da reforma trabalhista.

O projeto foi aprovado durante o Congresso Extraordinário da CUT, realizado no final de agosto.

FUP

 

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram