Presidente golpista diz que "Petrobrás era símbolo de algo profundamente desajustado"

Terça, 25 Outubro 2016 09:55

 

 

Durante sua participação na abertura da 18ª edição Rio Oil & Gas 2016, no Rio de Janeiro, o presidente Michel Temer elogiou a administração do engenheiro Pedro Parente à frente da Petrobras e a aprovação, por parte do Congresso Nacional, do projeto de lei que retira a obrigatoriedade da participação da Petrobras na exploração do petróleo do pré-sal, entregando o maior patrimônio às mãos do capital estrangeiro.

Contrariando o interesse da população brasileira, a nova gestão visa a privatização da Petrobrás, além de um processo de desinvestimento na empresa. Segundo Temer, essas mudanças na administração, "colocaram a empresa no caminho certo de uma administração equilibrada e já possibilitou a recuperação do preço de mercado da estatal".

Ao discursar para uma plateia de agentes do setor de petróleo e gás, na sua totalidade, o presidente disse que a nova lei flexibilizada vai possibilitar a atração de investimentos, um desenvolvimento mais rápido do setor, com a consequente geração de emprego e renda para os brasileiros.

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram