Secretaria Geral da Presidência da República recebe dos petroleiros pauta política em defesa da Petrobrás

Sexta, 10 Julho 2015 13:40

O ministro Miguel Rossetto (SG) recebeu nesta quinta-feira (09/07), representantes da Federação Única dos Petroleiros (FUP), que entregaram a pauta de reivindicações políticas da categoria, produzida a partir da 5ª Plenária Nacional dos Petroleiros, realizada de 2 a 5 de julho em São Paulo. 

Rossetto recebeu a pauta e destacou o compromisso do governo em defesa da Petrobrás: “o governo da presidenta Dilma Rousseff tem uma posição clara de manter o regime de partilha do Pré-Sal e a Petrobras como operadora única dos campos, garantindo o conteúdo nacional na produção, gerando empregos e tecnologia no Brasil. A presidenta destacou também que não haverá mudança na destinação dos recursos do Pré-Sal para a saúde e educação, nem será alterado o marco regulatório do petróleo”. 

Segundo o coordenador geral da FUP, José Maria Rangel, as reinvindicações principais da pauta são a afirmação da Petrobrás em cumprir a Lei de Partilha; a manutenção da Petrobrás como empresa integrada; a retomada das obras no Comperj na refinaria Abreu e Lima e na fábrica de fertilizantes no Mato Grosso do Sul; e a recomposição do efetivo da empresa. “Nosso objetivo foi reafirmar com o ministro nosso compromisso de defender a Petrobrás e a democracia no Brasil, e convidar o ministro a participar do ato que realizaremos no dia 14 de julho, às 11 horas, na Câmara dos Deputados, em defesa da Petrobras e da democracia no país”, explicou Rangel. 

Estiveram presentes na reunião os representantes da FUP: Leonardo Urpia, Dayvid Bacelar, Fernando Maia, João Antonio Moraes e Vitor Carvalho, além do assessor sindical da SG, José Feijóo.

Fonte: Secretaria Geral da Presiência da República

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram