Transpetro ameaça trabalhadores por velocidade registrada com equipamento impreciso

Sexta, 10 Setembro 2021 14:15

O Sindicato Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo (Sindipetro-SP) tem registrado ocorrências de trabalhadores da Transpetro que vem recebendo ameaças de punições por dirigirem veículos da empresa acima da velocidade permitida, entretanto, parte dos efetivos contestam a confiabilidade dos rastreadores.

Tais informações colocam em dúvida a credibilidade dos dados apresentados pelo aparelho que registra as velocidades, visto que, em alguns casos, a velocidade auferida pelo rastreador é muito superior às possibilidades da via.

Em busca de uma solução para as ameaças e esclarecimentos sobre a eficácia do aparelho, o Sindipetro-SP solicitou, por ofício, uma reunião à Transpetro. O documento foi respondido pela empresa, mas sem o agendamento da conversa.

A Transpetro alegou que está fazendo uma gestão individual para os casos em que os trabalhadores apontaram falhas na apuração do rastreador.

O Sindipetro-SP segue acompanhando as reclamações da categoria e aconselha os trabalhadores que forem notificados, e perceberem a perseguição injusta, a entrarem em contato com a direção do sindicato pra melhor solução.

[Da imprensa do Sindipetro Unificado SP]

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.