Petroleiros do RN aprovam programa e calendário de lutas

Segunda, 13 Maio 2019 17:11

Realizado no último sábado, 11, em Natal, o 34º Congresso Estadual dos Petroleiros e Petroleiras do Rio Grande do Norte – CEPETRO-RN – aprovou um programa de lutas abrangente, em defesa da soberania nacional, da democracia, dos direitos dos trabalhadores e do povo.

Como não poderia deixar de ser, a preservação da Petrobrás enquanto instrumento de Estado capaz de fomentar o desenvolvimento econômico e de reduzir as desigualdades regionais também integra a plataforma referendada pela categoria durante o 34º Congresso.  

Caracterizado pelo espírito de unidade e pela disposição de luta demonstrada por um amplo leque de forças políticas e sociais, o evento foi prestigiado por centrais sindicais, partidos políticos e entidades democráticas e populares representativas de diversos segmentos.

O Programa

Aprovado por unanimidade, o programa político aprovado no 34º CEPETRO-RN aborda a defesa da soberania nacional, destacando o compromisso da categoria com as lutas em defesa da Petrobras e do Pré-sal, e pela revitalização da bacia potiguar.

Já, no eixo relacionado às lutas em defesa da democracia, a plenária condenou as tentativas de subjugação do Estado Democrático de Direito por forças obscurantistas e, nesse sentido, aprovou posição em defesa da imediata libertação do ex-presidente Lula.

Nas questões relacionadas à preservação de direitos, os petroleiros e petroleiras manifestaram-se em defesa da seguridade social, contra a reforma da previdência; em defesa da educação, da ciência e da tecnologia nacionais; dos direitos e do emprego, com trabalho igual - direitos iguais.

Nos temas corporativos, os destaques foram a orientação de luta pela renovação dos Acordos Coletivos de Trabalho, com manutenção de todos os direitos. Já, entre os trabalhadores e trabalhadoras da Petrobrás, cuja data-base para renovação do ACT se aproxima (1º/09), a orientação é de que haja atenção especial com a defesa da Petros e da AMS.

Por fim, como forma de fortalecer a estratégia geral de luta da classe trabalhadora, o 34º CEPETRO-RN decidiu orientar a categoria petroleira norte-rio-grandense a manifestar todo o apoio à greve geral que vem sendo articulada pelas centrais sindicais brasileiras para o próximo dia 14 de junho.

Veja, a seguir, o calendário de lutas aprovado pelo 34º CEPETRO-RN:

15/05 – Apoio ao Dia Nacional de Luta em Defesa da Educação

10/06 – Entrega da pauta à Petrobrás com mobilização em todas as bases

14/06 – Greve Geral da Classe Trabalhadora brasileira

17 a 21/06 – Jornada nacional de lutas em defesa do ACT

25/06 – Prazo final para a Petrobrás apresentar sua contraproposta

1º a 6/07 – Plenária unificada com outras categorias, nos Estados

2ª quinzena de julho – Paralisação nacional de advertência, caso a Petrobrás não aceite as reivindicações da categoria

Última semana de julho – Reunião do Conselho Deliberativo da FUP

Transmissão do Congresso

Link da 1ª parte: https://www.facebook.com/sindipetro.rn/videos/448117262620885/

Link da 2ª parte: https://www.facebook.com/sindipetro.rn/videos/307458860154588/

[Via Sindipetro-RN]

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram