Sindicato cobra solução para os vazamentos na linha de tocha da HDS/Repar

Sexta, 26 Maio 2017 12:44

Dirigentes do Sindipetro PR e SC se reuniram no último dia 24 com o coordenador do setor de Inspeção de Equipamentos e o engenheiro da HDS (Hidrodessulfurização). O objetivo foi cobrar urgência na solução dos vazamentos na linha vertical da tocha de baixa da HDS.

Na reunião, os representantes da refinaria relataram que existe corrosão localizada devido a condensação ácida. Por conta disso, a tubulação apresentou algumas perfurações. Porém, afirmaram que existem três GMs (Gestão de Mudanças) em andamento, sendo duas para vedação imediata e uma para enclausuramento de todo o trecho vertical da linha.

As partes pactuaram que a coordenação da inspeção de equipamentos vai se reunir com todas as equipes de operação da HDS para prestar esclarecimentos. Também ficou acordado que a gestão irá verificar o cumprimento das recomendações da ARO (Análise de Risco Operacional).

O Sindipetro PR e SC entende que os encaminhamentos aos problemas de vazamento estão adequados e continuará acompanhando o caso de perto. “É importante destacar que é necessário melhorar a comunicação entre os setores de manutenção, inspeção e operação”, afirmou Alexandro Guilherme Jorge, dirigente sindical da Repar. 

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram