Gerente da P-57 é substituído após várias denúncias de assédio moral

Terça, 14 Março 2017 17:15

O Sindipetro-ES comunica mais uma vitória. Depois de inúmeras denúncias sobre práticas de assédio moral na Plataforma P-57, informamos que finalmente o gerente da plataforma caiu.

As denúncias são antigas e haviam sido relatadas em várias reuniões com o RH local e em informativos do sindicado, que expunham a perseguição constante aos trabalhadores, intensificada após a greve de 2015, e a conduta coercitiva e assediadora, que provocava um clima de medo e insegurança no ambiente de trabalho.

As atitudes desse gestor iam desde cancelamentos de férias dos grevistas, perseguições a candidatos de CIPA, acobertamento de privilégios, práticas de nepotismos (com desembarques comprovados de um dos privilegiados), e por fim, o caso de machismo no qual transferiu uma funcionária alegando que por boas práticas de RH é proibido que casais trabalhassem juntos numa mesma unidade.

O Sindicato cobrava uma atitude rigorosa por parte da Petrobrás e, apesar da demora, o assediador perdeu o cargo de confiança e esperamos que o novo gerente consiga restabelecer o clima de tranquilidade na Plataforma P-57 e que os trabalhadores possam respirar aliviados.

Essa Gestão do Sindicato já fez 4 gerentes serem transferidos ou perderem seus cargos depois de denunciados por práticas de não conformidades, arbitrariedades, desmandos ou assédio moral. Um deles cobra na Justiça Civil uma ação de danos morais no valor de R$ 10.000,00 pela perda de gerência. Outro por pouco não foi demitido.

O Sindipetro-ES segue acompanhando e denunciando todos esses assediadores contumazes e não aceitará que esses façam mais vitimas nas gerências para onde estão sendo transferidos. Repudiamos qualquer prática que desrespeite o trabalhador e acreditamos que não se deve dar mais oportunidades de cargo de confiança para esses assediadores.

O Sindipetro-ES continuará sua luta constante em defender os trabalhadores contra o assédio moral na empresa. Continuem denunciando e confiando no trabalho do seu Sindicato.

 

VIA Sindipetro-ES

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram