REDUC: caldeireiro tem rosto queimado com jato de enxofre líquido

Terça, 24 Janeiro 2017 13:51


Mais um acidente com queimadura aconteceu nesta segunda-feira, 23, na REDUC. O caldeireiro terceirizado da empresa Estrutural, Izequiel de Freitas, de 36 anos, estava realizando uma manutenção corretiva na URE, quando foi atingido por um jato de enxofre quente. Segundo a vítima, a unidade estava operando, porém o permutador P-1, da U-3350, estava entupido. No momento do acidente, estava com ele um Operador, que ele não sabe identificar, que abria o vapor para ele abrir em seguida um flange. Infelizmente, quando ele já estava concluindo o aperto dos estojos do flange, o jato de enxofre atingiu seu rosto, orelha, pescoço e tórax, causando queimadura de 2º grau. O enxofre líquido ao queimar se resfria e penetra na pele. 

Mesmo com o entupimento no permutador e sabendo dos riscos, foi emitida uma PT para o serviço. Este jeitinho de desobstruir, chama-se soprar e diversos trabalhadores já foram vítimas de queimadura devido a este procedimento. O próprio Auditor Fiscal do MTE já condenou esta manobra operacional. A U-3350 estava fazendo uma manutenção com o equipamento operando e mesmo após o acidente continuou operando.

Izequiel foi levado para o HFAG (Hospital da Força Aérea do Galeão), na Ilha do Governador, onde encontra-se confinado em um quarto e está sendo feita a raspagem da pele queimada. Os diretores do Sindipetro Caxias visitaram o trabalhador no hospital e conversaram com a Sargento que estava de plantão no hospital. Segundo ela, o estado de saúde é bom e que, por sorte, as lesões não foram graves. De acordo com avaliações da Petrobrás, não há risco grave.

 

VIA Sindipetro Caxias

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram