Imprimir esta página

Reduc recebe 20 autos de infração devido a acidente que matou operador em janeiro

Quinta, 10 Março 2016 13:01

 

Os fiscais do Ministério do Trabalho seguem investigando acidentes na refinaria REDUC. No dia 9 de março, voltaram a refinaria para autuar a empresa. Os fiscais entregaram ao gerente de SMS vinte Autos de Infração relativos aos seguintes itens:

- NR-35 TRABALHO EM ALTURA: trabalho em altura sem capacitação, falta de análise de risco para execução dos trabalhos em altura e descumprimento da própria norma;

- NR-20 SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO COM INFLAMÁVEIS E COMBUSTÍVEIS: falta de análise de risco das instalações; 

- NR-26 SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA: falta de sinalizava de tanque;

- Não implementação da troca da chapa do teto do tanque TQ-7510;

- Jornada de trabalho excessiva.

- Mudança de PBO Padrão Básico de Operação: a refinaria alterou os padrões sem realizar uma análise crítica dos serviços realizados em  tanque.

O fiscal entregará na gerência do MTE, em Caxias, o relatório sobre a morte do Cabral, que depois será disponibilizado ao sindicato.

A vice-presidente da CIPA foi chamada para apresentar um relato preliminar do relatório da comissão e informou que o trabalho está em fase de conclusão.

Os fiscais retornam a refinaria nesta quinta, dia 10, para iniciar também um processo de investigação da:

- Linha de topo da U-1210, que já tem uma Recomendação de Inspeção para troca, devido à trinca;

 - Operação de Fornos sem sensor de chama, contrariando o proprio PBO e sem análise de risco.

 

Relembre o fato: Morte de operador da Reduc foi crime cometido pela gestão da Petrobrás

 

Fonte: Sindipetro Duque de Caxias

Mídia