Técnicos contém risco de desabastecimento por furto em gaseoduto

Quinta, 18 Junho 2015 19:05

Mais uma vez a sorte está com a Petrobrás. No último dia 13, às 22h, os Técnicos de Segurança e os da Malha do Gás de sobreaviso foram acionados para realizar a contingência decorrente de uma tentativa de furto no Duto, na faixa do ORBEL II, em Campos Elíseos. 
Os ladrões furaram o gasoduto que se encontrava com 90Kgf/cm² de pressão, ocasionando um vazamento de gás. Imediatamente, o CNCO acionou o plano de contingência, e os Técnicos de Segurança e da Malha do Gás se dirigiram para o local e para a ECOMP de Campos Elíseos, pois esta demandava a diminuição da pressão do gasoduto.
Após a manobra operacional de comprimir o GASJAP no GASDUC III, o gasoduto ainda permanceu com 55Kgf/cm², tendo de ser despressurizado, o que demorou cerca de 6 horas. Este descarte se faz necessário para permitir que a equipe de contingência conseguisse iniciar os trabalhos de investigação e reparo do incidente.

A importância do sobreaviso
O Sindipetro Caxias por diversas vezes alertou a empresa da necessidade do sobreaviso, pois sem este as demandas operacionais e emergenciais não serão atendidas.
A empresa se finge de surda e insiste na política de corte de custos a “qualquer preço”, retirando os técnicos de sobreaviso. 
A Petrobrás teve sorte desta vez, pois os Técnicos de Segurança realizam sobreaviso somente aos fins de semana.
Apenas os TST´s do TECAM têm adicional de sobreaviso no final de semana, devido à luta do Sindicato.
Os andarilhos não trabalham aos fins de semana e não há sobreaviso para os Técnicos da Faixa de Dutos e Inspetores de Equipamentos. Se a tentativa de furto tivesse ocorrido durante a semana, um desastre poderia ter acontecido. Imagine o prejuízo e o impacto ambiental se fosse um vazamento de combustível líquido. 
A tentativa de furto em Campos Elíseos reforça a necessidade de haver um plano de contingência efetivo, com técnicos 24 horas disponíveis. Até quando a Petrobrás arriscará o meio ambiente, a comunidade local, a integridade de seus ativos e empregados e sua reputação em nome da “contenção de despesas?".

Fonte: Sindipetro-Caxias

 

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram