Petroleiros da Refinaria Abreu e Lima cortam rendição em protesto aos desmandos da gerência

Quarta, 27 Maio 2015 16:07

Os trabalhadores da Operação de Turno Refinaria Abreu e Lima  iniciaram na manhã desta terça-feira, (26/05/2015), uma mobilização com o corte de rendição no turno de 07:30 as 15:30. O motivo é que a  Gerência Geral se recusa fazer nova medição das horas de troca de turno conforme  o ACT 2013/2015, e alega que os trabalhadores fazem “corpo mole” na hora da saída.

O SINDIPETRO-PE/PB  enviou Ofício 045/205 no dia 30/04/2015, e até então não recebeu retorno. O problema é que a medição foi realizada em 2010,  com cinco  trabalhadores e, hoje a refinaria tem mais de duzentos, com mais um agravante, que foi a entrega da obra inacabada da unidade. Para piorar a situação, a gota d`água foi ontem a tarde, quando os gerentes mandaram os carros de turno saírem deixando vários trabalhadores a pé, e na madrugada se repetiu a cena  de total falta de respeito aos trabalhadores que estão operando com uma Refinaria inacabada. Esta mobilização continuará até a Refinaria definir data para realizarmos uma nova medição, para que os trabalhadores possam passar cumprindo os procedimentos em prol da segurança das pessoas e instalações.

Fonte: Sindipetro PE/PB

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram