Trabalhadores da UTGC fazem protesto contra repressão gerencial

Quinta, 13 Fevereiro 2014 18:59

Sindipetro -ES

Forte mobilização contra a ditadura em Cacimbas

Na manhã desta quinta-feira, 13, o Sindipetro-ES realizou um ato de protesto contra a repressão gerencial na UTGC – Unidade de Tratamento de Gás de Cacimbas, em Linhares. Em assembleia, os trabalhadores aprovaram estado de greve e atrasos de duas horas na chegada ao trabalho com o objetivo de reverter punição abusiva.

Abuso de poder  e punição em Cacimbas

Tudo começou quando os gerentes da UTGC decidiram punir de forma abusiva um Técnico de Operação por um incidente ocorrido no final do ano passado, fato que deixou todos os trabalhadores indignados. Além de punir com advertência por escrito os gerentes retiraram o Técnico em Operação do regime de revezamento de turno e cortaram os seus adicionais, causando um grande prejuízo ao trabalhador. Uma tripla punição.

Retaliações contra os trabalhadores

Em função da greve vitoriosa ocorrida em outubro/13, que contou com a participação de quase mil trabalhadores entre próprios e terceirizados, os gerentes  da UTGC estão tentando desarticular a qualquer custo a crescente organização sindical dos trabalhadores da maior unidade de produção do Espírito Santo (UTGC).

Novos protestos acontecerão nos próximos dias até que os gerentes revertam a punição abusiva.

 

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram