Ministério do Trabalho interdita análise de GLP no Terminal de Suape (PE). Transferência do produto para distribuidoras foi suspensa

Quarta, 28 Março 2012 00:00

 Imprensa da FUP

Fiscais do Ministério do Trabalho interditaram nesta quarta-feira, 28, a sala de análise de GLP do laboratório do Terminal de Suape, onde no dia 08 de março a técnica química, Maria José Dias dos Santos, sofreu um grave acidente e teve 31,5% do corpo atingidos por queimaduras de primeiro, segundo e terceiro graus. Após denúncias do Sindipetro-PE/PB, a Superintendência Regional do Trabalho de Pernambuco realizou uma fiscalização do laboratório e constatou os riscos que o sindicato vem denunciando há tempo.  

Todos os equipamentos de análise de GLP foram interditados e os fiscais deram prazo até o dia 10 de abril para que a Transpetro cumpra as normas regulamentadoras das atividades em laboratório. Em função da interdição feita pelo Ministério do Trabalho, a transferência de GLP do terminal para as empresas distribuidoras está suspensa, pois não pode ser realizada sem a análise prévia do produto. 

Além de ignorar as denúncias do Sindipetro sobre as condições inseguras do laboratório e de outras unidades do terminal, a Tanspetro manobrou as informações referentes ao acidente com a técnica química. Na primeira CAT emitida, consta que acidente afetou menos de 10% do corpo da trabalhadora. Após questionamento do sindicato, a empresa retificou a CAT, informando que a vítima teve entre 10% e 19% do corpo queimado, contradizendo o laudo do hospital, que atesta que a trabalhadora sofreu queimaduras em 31,5% do corpo. 

Acidente fatal na Refinaria Abreu e Lima

Mais um trabalhador morreu em acidente no canteiro de obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. O acidente foi no último dia 24, quando dois vigilantes da empresa BBC foram atropelados dentro das instalações da refinaria, que estão sendo construídas. Almir da Silva Marques, 34 anos, morreu e seu colega José Peixoto da Silva Junior foi ferido, mas não corre risco de morte.  O atropelamento foi provocado por um ônibus da Astrotur, subcontratada da empresa Jaraguá, que presta serviços para o Consórcio Ipojuca Interligações, responsável pelas obras da refinaria.

O acidente reflete a insegurança e as condições precárias de trabalho na construção da Refinaria Abreu e Lima e que já foram denunciadas pelo Sindipetro-PE/PB. Apesar das subnotificações, ocorrem em média cinco acidentes por semana na refinaria, segundo o sindicato. Ou seja, cerca de 240 acidentes por ano. Em setembro de 2010, o eletricista Milton José da Silva, 51 anos, perdeu a vida durante um acidente na refinaria, quando sofreu uma descarga elétrica violenta e caiu de uma altura de 12 metros. 

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram