Greve é aprovada com 86% de aceitação nas assembleias

Quinta, 14 Fevereiro 2013 09:33

Sindipetro-PR/SC

Os petroleiros do Paraná e Santa Catarina aprovaram o indicativo de greve por tempo de determinado, de 20 a 24 de fevereiro. O resultado apontou que 86% dos participantes das sete assembleias promovidas na base de representação do Sindipetro concordam com a paralisação, contra 7% que se abstiveram e outros 7% que foram contrários à proposição do Conselho Deliberativo da FUP.

A Petrobrás informou à Federação que apresentará uma nova proposta aos trabalhadores na próxima quinta-feira (14), pouco menos de uma semana antes do início da greve que já foi aprovada na maioria das unidades.  A FUP cobrou uma proposta que avance em relação às reivindicações da categoria e que a Petrobrás priorize a negociação de um acordo justo de regramento para pagamento das PLRs futuras.

A Federação ressaltou que desde dezembro vem cobrando a negociação do montante e dos valores integrais da PLR 2012, cujo adiantamento já foi rejeitado pela categoria.

Durante a reunião com dirigentes da Federação, a Petrobrás apresentou os resultados de 2012, onde ficou claro que os trabalhadores não têm qualquer responsabilidade na redução do lucro. Pelo contrário, os petroleiros estão tendo que trabalhar muito mais para que a companhia atinja as metas de produção.

Publicado em SINDIPETRO-PR/SC

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.