Desrespeito da Petrobrás também gera protestos nas bases do PR e SC

Segunda, 09 Julho 2012 15:44
Sindipetro PR/SC

A provocação da empresa quanto às reivindicações da categoria sobre a quitação da PLR 2011, onde convocou uma reunião para esta segunda-feira (09) com o prévio anúncio de que não apresentaria nova proposta, teve resposta à altura. O Conselho Deliberativo da FUP, reunido na última quinta-feira (05), indicou a realização de uma grande mobilização nacional nesta segunda (09), para pressionar a empresa e demonstrar a indignação da categoria.

O indicativo da Federação surtiu efeito nas bases do Paraná e Santa Catarina. Na Repar houve atraso de uma hora no horário administrativo e turno das 07h30. Em São Mateus do Sul, na Usina do Xisto, os petroleiros retardaram em meia hora a entrada do expediente. Já no Terminal Transpetro de Paranaguá ocorreram panfletagens.

 As mobilizações se estendem até a próxima quinta-feira (12), prazo estabelecido pelo Conselho para que a Petrobrás se posicione em relação à contraproposta aprovada pelos Sindicatos. Caso não haja avanços por parte da empresa, o indicativo é de greve por tempo indeterminado a partir do dia 20. Os trabalhadores avaliam os indicativos nas assembleias que começam dia 13 e prosseguem até o dia 19.

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram