Petroleiros protestam contra ameça de demissões no Terminal de Guararema

Sexta, 01 Março 2013 12:32

Sindipetro Unificado-SP

O Sindipetro-SP Unificado realizou quinta-feira de manhã (28.02), no Terminal Guararema da Transpetro, um ato contra a ameaça de demissão de três vigilantes, que atrasou em uma hora a entrada dos funcionários próprios e dos terceirizados.

alt

Segundo informações apuradas pelos dirigentes sindicais, a Transpetro pretende dispensar os trabalhadores por retaliação à paralisação de 24 horas realizada pelo Unificado no dia 28 de janeiro.

“É uma atitude de truculência da gerência para colocar os vigilantes contra o sindicato e nós não vamos aceitar esse tipo de artimanha da
Transpetro, que já vem cometendo uma série de práticas antissindicais, na tentativa de intimidar os diretores do Unificado”, afirmou o diretor Gustavo Marsaioli.

A ameaça das demissões foi levada à gerência de RH da Petrobrás na tarde de hoje (28.02). Em reunião com a empresa para tratar das negociações da PLR, o coordenador da FUP, João Antonio de Moraes, falou sobre a mobilização na porta da Transpetro e cobrou uma posição sobre o caso. A Petrobrás, de acordo com Marsaioli, se comprometeu a tratar do assunto.

Se a intenção de demitir os vigilantes for mantida, segundo o diretor, o Unificado ampliará o movimento de protesto, com mobilizações em outras unidades da Petrobrás.

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram