Petrobras corta comunicação de P-53, na Bacia de Campos

Sexta, 18 Outubro 2013 15:28

Sindipetro-NF

Não bastasse os trabalhadores em greve se encontrarem em cárcere privado na plataformas, agora a Petrobrás cortou a comunicação dos trabalhadores de P-53 com a terra.

Os trabalhadores encontram-se totalmente isolados em alto mar, sem poder se comunicar com o sindicato e suas famílias. O Sindipetro-NF exige o restabelecimento imediato das comunicações a bordo.

Desembarque só com a garantia de que todos os petroleiros grevistas vão descer

O Sindipetro-NF reafirma a orientação ao petroleiros embarcados que só deve desembarcar se estiver garantido o desembarque de todos os petroleiros que estão no movimento.

O NF foi informado que a Petrobrás pretende deixar embarcados profissionais que ela necessita. Em PCE-1, a empresa quer deixar na unidade 4 técnicos de segurança e um de automação; em P-32 quer que fique a bordo 4 brigadistas e dois técnicos de segurança. Além desses exemplos, temos outros na Bacia.

O Sindicato reafirma para a categoria que se a Petrobrás precisar de pessoal a bordo deve admitir que não tem condições de operar a plataforma de forma segura e procurar o NF para negociar um contingente mínimo.

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram