Imprimir esta página

Trabalhadores de PCE-1 reivindicam medidas disciplinares aos pelegos e melhorias na qualidade de vida

Terça, 17 Setembro 2013 11:56

Sindipetro NF

Veja abaixo os Manifestos de PCE-1 encaminhados pelos trabalhadores onde solicitam a desfiliação dos pelegos, contra a prática de reajuste salarial sobre a RMNR e melhoria na qualidade de vida a bordo.

Manifesto dos companheiros de PCE-1 (1)

Os trabalhadores embarcados em PCE-1, dentro dos manifestos apresentados por inúmeras plataformas, até mesmo o texto, nós também decidimos durante a assembléia realizada na unidade, ocorrida às 19h30 do dia 08-09-2013, solicitar a direção do Sindipetro-NF, que sejam aplicadas as medidas disciplinares cabíveis aos trabalhadores que são sindicalizados e vem atuando de forma contrária às indicações do movimento sindical, sob a desfaçatez de estarem ocupando um cargo na Gerência, Coordenação, Supervisão. Estendendo aos trabalhadores “on-shore” e trabalhadores “off-shore” sem função gratificada que vêm furando as indicações votadas e aprovadas em assembléia pela maioria da categoria, e ocupando muitas vezes postos de trabalho a bordo para os quais não estão devidamente qualificados, colocando em risco as pessoas e instalações.

Os trabalhadores participantes desta assembléia entendem que os "fura greve", mais conhecidos como "Pelegos", não legitimam as ações do sindicato e por isso não devem ser representados pelo mesmo. Sentimos que o grupo de “pelegos”, denominado liderança, não pode dividir conosco as vitórias por nós conquistadas, pois eles atendem ao pensamento corporativo, que define o perfil para a função ocupada. Na mesma linha de raciocínio, sempre vimos os trabalhadores “off-shore”  e “on-shore” sem função gratificada que vestem a camisa do “pelego” com muita satisfação, verdadeiros sabotadores dos indicativos do movimento sindical, como “sangue sugas” que ganham trê$ veze$:

1° - Nas horas extras durante o movimento na ausência do companheiro grevista que atende os indicativos da assembléia;

2° - Nas custas das vitórias conquistadas por duras penas pelos trabalhadores que ficaram expostos para atender aos indicativos da categoria;

3° - E ainda, receberão níveis e promoções, enquanto os grevistas sofrerão retaliações em suas carreiras durante anos.

No nosso entendimento, a desfiliação seria uma resposta adequada e urgente ao comportamento destes trabalhadores, estando as manifestações de várias plataformas quanto aos “pelegos”, representadas na próxima atualização do ESTATUTO do Sindipetro-NF de forma clara e contundente.

É também um contra-senso que ex-Diretores sindicais ocupem cargos de liderança na companhia usando o conhecimento adquirido e a confiança da categoria contra nós mesmos, à todo momento em nossos movimentos. Portanto, esses são os pelegos MAIS PERIGOSOS e temos que combatê-los.

Conforme Estatuto aprovado pela diretoria colegiada do NF em 30/03/2010.

CAPÍTULO II – DOS DIREITOS E DEVERES DOS ASSOCIADOS, E DAS PENALIDADES

Artigo 5o - Direito à Filiação - Todo trabalhador na base sindical do Norte-Fluminense no Estado do Rio de Janeiro, que por atividade profissional e vínculo empregatício direto ou indireto, integre os segmentos previstos no Artigo 1o tem o direito de associar-se ao Sindipetro-NF, assim como, na eventualidade de óbito, seus pensionistas perante a previdência social, desde que aptos a receber pensão previdenciária decorrente de relacionamento com associado, e estando este em pleno exercício de seus direitos estatutários quando do falecimento.


Artigo 7º - Deveres dos Associados

São deveres do associado:

a) Cumprir e fazer cumprir o presente Estatuto;

b) Respeitar, e implementar, as decisões das instâncias deliberativas;

c) Estar sempre em dia com as mensalidades e as contribuições excepcionais fixadas na Assembléia Geral;

d) Comparecer às reuniões de órgãos e instâncias do Sindipetro-NF de que fizer parte, e acatar suas decisões;


Artigo 8º - Processo Disciplinar e Penalidades

O associado está sujeito a advertência, suspensão de até 180 (cento e oitenta) dias e eliminação do quadro social, quando cometer desrespeito a este Estatuto e às decisões da Assembléia Geral.

Manifesto abaixo foi deliberado em uma assembléia, sendo assim solicitamos a mudança do estatuto, visando permitir a desfiliação dos mesmos de forma exemplar e histórica. O dinheiro da contribuição sindical mensal destes “pelegos” é maldito, não fará falta em nosso meio.

2- Os trabalhadores de PCE-1 também decidiram em assembléia manifestar-se contra a prática de reajuste salarial sobre a RMNR, prática esta que defasa o salário e o ganho real. Ao invés disso, o reajuste deveria incidir sobre o salário básico.

Mídia