Gerência de P-54 assedia trabalhadores que denunciaram que brigada e efetivo foram reduzidos para economia de horas extras

Quinta, 12 Setembro 2013 11:31

Sindipetro-NF

Os trabalhadores de P-54 também informaram no dia 10, que a gerência a bordo está assediando aqueles que denunciaram o desembarque de trabalhadores sem o embarque da rendição de alguns postos, mantendo efetivo reduzido de manutenção e fainas de emergência. Deixando a unidade em uma situação alarmante, inclusive com a brigada de incêndio com apenas quatro integrantes.

Como divulgado ontem, pelo Sindipetro-NF, o gestores justificam a atitude como economia de horas extras e informaram que estariam "assumindo o risco" das 48 horas de operação com efetivo reduzido, para não conceder horas extras.

O sindicato classificou o episódio como gravíssimo e inaceitável, e cobra providências da Petrobrás.No caso do assédio aos trabalhadores, o sindicato orienta aos trabalhadores para enviar nome e função dos assediadores ao NF, que tomará providência em relação ao caso.

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram