Sindicato exige reunião para tratar de demissão de trabalhadora na Transpetro

Terça, 08 Maio 2012 10:11

O Sindipetro-NF protocolou na manhã desta terça-feira,07, na gerência de Recursos Humanos da Transpetro, no Rio, pedido de reunião urgente para discutir com a empresa a situação da funcionária Ana Paulo Aramune, da base de Cabiúnas, que foi demitida na última sexta-feira, 4.

Para o sindicato, o caso é mais um exemplo de arbitrariedade da empresa, o que comprova a prática de tentar amordaçar os petroleiros que questionam as condições de trabalho.

Aramune atuou na Cipa de Cabiúnas por dois mandatos, tendo acompanhado em 2010 a inspeção de auditores que culminou com autuações do terminal em mais de 30 ítens. Perseguida pelas chefias, a trabalhadora denunciou no Ministério Público do Trabalho a existência de assédio moral na base.

A petroleira também inscreveu a sua candidatura nas eleições para o Conselho de Administração da Transpetro, ainda em curso.

Na sexta-feira, Aramune deixou a base acompanhada pelos diretores do NF Wilson Reis e Cairo Correia. Eles se reuniram no mesmo dia com o Departamento Jurídico do sindicato, que continua a acompanhar o caso e a tomar as medidas necessárias.

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram