Petroleiros denunciam implantação de PTBR na P-53

Terça, 10 Abril 2012 15:17
Sindipetro-NF

O Sindipetro-NF recebeu de denúncia de que na plataforma P-53 está sendo adotada a chamada PTBR (Permissão de Trabalho de Baixo Risco). Relatos de trabalhadores dão conta de que consultores da empresa Accenture, contratada pela companhia, estão propondo formas de agilização das emissões de permissão de trabalho, em prejuízo da segurança das atividades.
 
Há denúncias de que técnicos de segurança estão sendo coagidos a assinar dezenas de PTs antes das 7h, na sala dos operadores, para liberar rapidamente os serviços, sem a devida observação das normas de segurança.
 
Trabalhos como hidrojateamento, tratamento mecânico e pintura, estão sendo autorizados na unidade por permissões “de baixo risco”.
 
Boletim Nascente número 738, de 15 de março deste ano, denunciou o início da tentativa de implantação da PTBR na região. Na época, a ameaça rondava a UO-BC, agora vê-se o mesmo processo em uma unidade da UO-Rio.
 
Por meio de ofício protocolado na Petrobrás no dia 12 de março, o sindicato manifestou, para as gerências de recursos humanos e de saúde e segurança (SMS), a sua oposição relação às PTBRs.
Para a entidade, ao contrário de tentar implantar a PTBR, a Petrobrás deve é discutir de forma mais ampla a liberação de serviços na companhia e passar a cumprir a NR-34 na emissão de PTs.
Publicado em SINDIPETRO-NF

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.