"Pelegos" da Petrobrás se disfarçam em voos de terceirizados

Segunda, 16 Novembro 2015 11:57

Durante os bloqueios que os diretores do Sindipetro-NF e militantes da base realizam nesta manhã nos aeroportos de Campos (Bartolomeu Lisandro), Farol de São Thomé, Macaé, Cabo Frio e Jacarepaguá, no Rio, estão sendo notadas as presenças de empregados da Petrobrás embarcando em voos de funcionários de empresas terceirizadas. O objetivo das gerências da companhia é tentar fugir dos piquetes da categoria em greve.

De acordo com o diretor do NF, Macelo Nunes, que nesta amanhã está no aeroporto de Macaé, as listas de voos não incluem nomes de empregados da Petrobrás, mas mesmo assim tem havido constantemente a inclusão, entre os passageiros, dos chamados "pelegos" da Petrobrás.

"Eles estão colocando um ou dois pelegos da Petrobrás entre os funcionários das empresas contratadas. Isso tem acontecido aqui em Macaé. Eles nem mostram os crachás, mostram só a identidade para embarcarem, e entram constrangidos entre os terceirizados", afirma Nunes.

Ainda segundo o sindicalista, outra prática de dissimulação para o embarque de "pelegos" está sendo utilizada no aeroporto de Jacarepaguá, no Rio, onde os fura-greve estão entrando por portões diferentes da entrada principal, onde há piquete dos grevistas.

Fonte: Sindipetro NF

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram