FUP alerta petroleiros a ignorarem telegramas da Petrobrás. Greve deve ser fortalecida

Domingo, 08 Novembro 2015 16:38

 

A FUP e seus sindicatos alertam todos os petroleiros que estão em greve a ignorarem os telegramas que as gerências estão enviando para a casa dos trabalhadores, convocando-os para o retorno ao trabalho. Isso é assédio moral e violação ao direito constitucional de greve! A greve dever ser ampliada e fortalecida em todas as bases, conforme orientação da FUP.

Esse é um momento crucial para a nossa luta e a categoria deve redobrar a resistência, denunciando as práticas antissindicais dos gestores. Durante a greve, a subordinação dos trabalhadores aos seus chefes está suspensa. E-mails, ligações telefônicas, mensagens de WhatsApp e telegramas das gerências são uma afronta ao direito de greve. O objetivo é intimidar os trabalhadores. A FUP e seus sindicatos estão tomando as devidas medidas para denunciar e coibir essa prática ilegal.

A greve continua forte e com adesões diárias em todo país. A reunião desta segunda-feira, 09, com a Petrobrás não altera os rumos do movimento. Pelo contrário: a negociação com a empresa só avançará se os trabalhadores tiverem uma correlação de forças a seu favor. A categoria, portanto, deve permanecer em alerta, acompanhando as convocações e indicativos da FUP e dos nossos sindicatos. Sigamos fortes em nossa greve!

Fonte: FUP

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram