Sindipetro Unificado de São Paulo esclarece população sobre abastecimento de combustíveis

Sexta, 06 Novembro 2015 16:26

A greve nacional dos petroleiros não está afetando a distribuição de combustíveis e não pode ser considerada, em hipótese alguma, como a responsável pelo aumento no preço da gasolina em alguns postos de abastecimento do país.

A notícia, divulgada por alguns meios de comunicação, de que o preço da gasolina subiu por causa da greve é mentira!

Essa estratégia já é bem conhecida pelos petroleiros e foi utilizada, em larga escala, na greve da categoria em 1995 com o gás de cozinha. Os comerciantes escondiam os botijões da população e alegavam falta do produto em consequência da greve, com o objetivo de aumentar o preço do gás e jogar a culpa nas costas dos petroleiros.

A tática dos donos de postos de abastecimento é exatamente a mesma: ganhar dinheiro às custas dos petroleiros. Eles se aproveitam do momento e das especulações para enganar o motorista e subir o preço do combustível. E, claro, jogam a responsabilidade em cima da greve.

A prova de que eles mentem é a resposta divulgada, esta semana, pela própria Petrobrás e a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Em nota oficial, a estatal "reitera que, apesar do efeito na produção de petróleo e gás no Brasil, resultante do movimento grevista, a distribuição está funcionando dentro da normalidade e não há previsão de desabastecimento do mercado."
A ANP afirmou que “tem como função garantir o abastecimento nacional de combustíveis. No momento, não há risco de desabastecimento”.

Diante dos fatos, pedimos à população que não caia nessa armadilha dos donos de postos de abastecimento, que se aproveitam da luta série e legítima de trabalhadores para se beneficiar com ganhos milionários, demonstrando puro oportunismo.

Os petroleiros, filiados à FUP (Federação Única dos Petroleiros), esclarecem que não estão em greve por aumento salarial, mas sim por uma política justa, que garanta mais empregos e condições dignas ao povo brasileiro.

Por isso, pedimos, mais uma vez, o apoio da população para nossa causa, em defesa da Petrobrás e do Brasil!

Fonte: Sindipetro Unificado de São Paulo

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram