Jogo sujo: Repar desvia trânsito para prejudicar o Sindipetro PR/SC

Quinta, 05 Novembro 2015 19:23

Intenção é criar falsas provas de bloqueio de portão para forçar a Justiça a aplicar multa contra o Sindipetro prevista em decisão de liminar. Ordem era revistar veículos e registrar em vídeo todas as ações do movimento grevista petroleiro

A direção da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) fez jogo sujo na manhã desta quinta-feira (05) para prejudicar a greve dos petroleiros, que já dura quatro dias. Todo o contingente da refinaria foi desviado para apenas um dos portões de acesso à unidade, justamente naquele onde os sindicalistas e grevistas estavam fazendo o convencimento verbal de adesão ao movimento, conforme permite a Lei de Greve (7.783/89).

Além disso, seguranças da Repar faziam revista em todos os veículos, de ônibus a carros pequenos. O resultado foi que o trânsito ficou muito complicado na Rodovia do Xisto e suas vias marginais.

A intenção dos gestores da Repar teve o sentido de prejudicar o Sindipetro Paraná e Santa Catarina. O objetivo foi tentar caracterizar o bloqueio do acesso à refinaria, uma vez que a empresa conquistou mandado liminar de interdito proibitório, concedido pela juíza Marli Gonçalves Valeiko, da 1ª Vara do Trabalho de Araucária. A decisão impede o Sindicato de bloquear os portões da Repar, sob pena de multa diária no valor de R$ 100 mil.

Toda a ação sindical de convencimento dos trabalhadores era registrava em vídeo, por determinação da direção da Repar, para tentar juntar provas contra o Sindicato e assim forçar a Justiça a aplicar a penalidade monetária prevista na liminar.

Fonte: Sindipetro PR/SC

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram