Movimento segue cada vez mais forte no Terminal de Cabiúnas

Quinta, 05 Novembro 2015 11:19

Na manhã do quinto dia de greve, o movimento segue mais forte no Terminal de Cabiúnas, da Transpetro, em Macaé.  Os trabalhadores próprios e contratados estão reunidos em três portões da base e impedem a entrada de veículos transportando equipamentos e alimentos, alem da entrada e saída dos carregamentos de GLP.

Todos os trabalhadores que fizeram greve dentro do Tecab estão com o ponto cortado e não podem entrar, por isso o terminal está sendo operado pela equipe de contingência. Ontem, os petroleiros assumiram o controle do carregamento de gás GLP, mesmo com constantes retaliações da gerência.

Os Diretores do Sindipetro-NF e trabalhadores das plataformas que já desembarcaram estão o tempo todo na base e convocam a categoria que mora na região para ajudar no movimento. Hoje, o presidente da CUT, Marcelo Rodrigues, participa hoje do movimento no Terminal em solidariedade e apoio à greve dos petroleiros.

Fonte: Sindipetro Unificado de São Paulo

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram