Corte de rendição e adesão do HA e Manutenção marcam terceiro dia de greve em MG

Terça, 03 Novembro 2015 15:45

Em mais um dia de greve, os trabalhadores da Regap e Termelétrica Aureliano Chaves seguem com corte de rendição. Nesta terça-feira, 3, se somaram à luta nacional os trabalhadores do Horário Administrativo e da Manutenção.

Pelegos furam greve pisoteando a categoria

Por sugestão da própria categoria em greve, a direção do Sindipetro/MG, num ato simbólico, fez uma barreira com uniformes na entrada da Regap. Quem passasse pela barreira estaria pisando em cima daqueles que estão na luta. Num total desrespeito ao movimento, alguns pelegos pisotearam os jalecos forçando a entrada.

Lideranças de movimentos populares comparecem à Regap em um gesto de apoio

Pela manhã, Joceli Andreoli, da coordenação nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e o secretário geral da CUT/MG, Jairo Nogueira, compareceram na refinaria em um gesto de apoio à greve da categoria. A direção do Sindipetro/MG promoveu um bate papo para falar sobre a importância do movimento grevista em nível estadual e nacional. Marcaram presença petroleiros de vários grupos e, inclusive, aposentados.

O movimento grevista dos trabalhadores do Sistema Petrobrás tem como objetivo barrar o Plano de Gestão e Negócios, que prevê o desmonte da empresa, por meio da venda de ativos e corte de investimentos. Além disso, a greve busca a garantia dos direitos já conquistados para a negociação do Acordo Coletivo de Trabalho 2015/2017.

O Sindipetro/MG conclama a categoria a comparecer na porta da Regap, para unidos, demonstrar a força da nossa resistência. Não fique em casa. Junte-se a nós!

Fonte: Sindipetro MG

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram