Petrobrás desdenha da categoria e ignora Pauta pelo Brasil. Resposta é greve!

Quarta, 28 Outubro 2015 20:36

 

A FUP e seus sindicatos reuniram-se com a Petrobrás e subsidiárias nesta quarta-feira, 28, em mais uma tentativa de negociação da Pauta pelo Brasil, cujas reivindicações aprovadas pela categoria foram apresentadas à empresa no dia 07 de julho. Passados mais de cem dias, a Petrobrás segue ignorando os trabalhadores.

Nenhuma resposta objetiva foi dada aos questionamentos da FUP sobre vendas de ativos, cortes de investimentos, insegurança, redução de efetivos, demissões em massa, interrupção de obras e cancelamento de projetos, que estão afetando a vida de milhares de trabalhadores pelo país afora. Além de ignorar a Pauta pelo Brasil, os representantes da Petrobrás ainda tentaram impor na mesa de negociação a discussão da proposta da empresa de rebaixamento do Acordo Coletivo.

 

A FUP reafirmou que o objetivo da reunião era debater a Pauta pelo Brasil, que foi aprovada massivamente pela categoria, onde uma das cláusulas ressalta que os trabalhadores não aceitarão nenhum direito a menos. "A Federação Única dos Petroleiros e seus Sindicatos reforçam que não aceitarão qualquer retrocesso nos direitos adquiridos pelos trabalhadores", afirma a Cláusula 13 da Pauta pelo Brasil.

Diante do impasse mais uma vez estabelecido pela Petrobrás, a FUP e seus sindicatos retiraram-se da reunião, reiterando que as negociações daqui para frente se darão durante a greve aprovada pelos petroleiros. A postura arrogante da empresa continua sendo a de desdenhar dos trabalhadores, desrespeitando os fóruns de deliberação da categoria. A resposta será dada na greve.

Nesta quinta-feira, 29, a FUP e seus sindicatos terão mais uma reunião com o Ministério Público do Trabalho para buscar o cumprimento da Lei de Greve, de forma a garantir o exercício pleno desse direito. 

Acesse aqui a proposta dos trabalhadores ao PNG da Petrobrás, apresentada pela FUP à empresa na última sexta-feira, 23.

Fonte: FUP

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram