IV PLENAFUP: assentamento do MST se transforma em caldeirão cultural

Quinta, 06 Junho 2013 20:39

FUP

 

O assentamento Normandia, do MST, em Caruaru, região do agreste de Pernambuco, transformou-se em um imenso caldeirão cultural, integrando petroleiros de todas as regiões do país e trabalhadores rurais do estado, durante a IV Plenária Nacional da FUP, que começa nesta quinta-feira, 06, e prossegue até domingo, 09. Mais de 150 delegados estão reunidos no Centro de Formação Paulo Freire, onde funcionava a antiga casa grande da fazenda ocupada pelo MST e desapropriada em 1997, após uma longa e árdua luta dos trabalhadores sem terra. A solenidade de abertura da IV Plenafup foi precedida pela apresentação da banda de pífanos “Dois irmãos de Caruaru”, que arrastou os delegados e convidados para o plenário, ao som da zabumba, contra-surdo, tarol, pratos e dos tradicionais pífanos.

A banda foi criada em 1928 e é comandada há mais de 50 anos por João Alfredo Marques dos Santos, 70 anos, neto do fundador e que aprendeu o ofício ainda criança com o seu pai. Neste momento, petroleiros e convidados estão assistindo ao vídeo com depoimentos de alunos e formadores do Projeto Mova Brasil, que alfabetiza jovens e adultos, através do método criado pelo educador Paulo Freire. O Projeto, que completou dez anos, é fruto de uma parceira entre a FUP, Petrobrás e o Instituto Paulo Freire. 

alt   alt

 

Última modificação em Sexta, 07 Junho 2013 09:56

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram