Proposta conquistada na luta segue sendo aprovada com mais de 80% de aceitação

Terça, 29 Novembro 2011 22:00
Os trabalhadores do Sistema Petrobrás seguem aprovando com mais de 80% de aceitação a terceira proposta de acordo coletivo conquistada na luta.

Imprensa da FUP

Os trabalhadores do Sistema Petrobrás seguem aprovando com mais de 80% de aceitação a terceira proposta de acordo coletivo conquistada na luta. Nas bases da FUP, as assembléias prosseguem nesta quarta-feira,30, e devem ser concluídas ainda esta semana na maior parte dos sindicatos. A consulta aos trabalhadores já foi encerrada no Ceará e em Pernambuco e Paraíba, onde a grande maioria dos trabalhadores aceitou a nova proposta. Na Bahia, as assembléias começaram nesta quarta, 30, e prosseguem até a semana que vem.

Confira as parciais:

Amazonas – Os trabalhadores das bases da FUP seguem aprovando por ampla maioria a proposta conquistada. O resultado parcial até esta quarta-feira é de 228 votos a favor, 04 contra e 02 abstenções.

Ceará – As assembléias foram concluídas na terça, 29. 

Rio Grande do Norte – As assembléias prosseguem nas bases do Sindipetro-RN até esta quinta-feira, 01. Os trabalhadores estão aprovando com 90% de aceitação a proposta conquistada. 

Pernambuco/Paraíba –  As assembléias foram encerradas nesta terça-feira, 29. No total, a proposta conquistada teve 82 votos de aprovação, 32 contrários e 9 abstenções.

Bahia – As assembléias foram iniciadas ontem, com os trabalhadores do Conjunto Pituba, do Cofip e da UP, onde a proposta conquistada foi aprovada por 148 votos a favor e 13, contrários. Hoje, o sindicato deu prosseguimento às  assembléias na Rlam e na Fafen, onde a proposta também foi aprovada. Na parte da tarde, será nos terminais da Transpetro, e demais unidades operacionais do E&P.

Minas Gerais – As assembléias já foram encerradas hoje na Termelétrica Aureliano Chaves. A proposta foi aprovada por ampla maioria dos trabalhadores ouvidos desde sábado, 26.

Espírito Santo – Nas bases administrativas e operacaionais do Sistema Petrobrás, os trabalhadores seguem aprovando a proposta conquistada. Hoje, os trabalhadores da UTG-Sul, em Guarapari e dos terminais da Transpetro foram o que aprovaram a proposta. As assembléias foram encerradas também foram encerradas hoje.

Duque de Caxias – Na Reduc, as assembléias estão aprovando por ampla maioria a proposta conquistada. Até esta quarta, o resultado parcial é de 369 votos a favor, 92 contrários e 09 abstenções. As assembléias na refinaria serão encerradas nesta quinta, com o grupo E. Serão ouvidos ainda os trabalhadores do Terminal de Campos Elíseos.

Norte Fluminense – Na Bacia de Campos, as assembléias começaram no sábado, 26, e já foram concluídas nas plataformas e bases de terra, com exceção do Treminal de Cabiúnas, onde os trabalhadores serão ouvidos até o dia 05. O resultado parcial até esta quarta é de 860 votos a favor da proposta conquistada, 378 contrários e 30 abstenções. Nesse resultado, estão incluídos os votos das 40 plataformas que enviaram ao Sindipetro-NF as atas das assembléias.

Unificado SP - Nas bases do Sindipetro Unificado-SP, as assembléias estão aprovando com cerca de 90% de aceitação o acordo conquistado e prosseguem até sexta-feira, 02. O resultado parcial até a manhã desta quarta é de 512 votos a favor, 53 contrários e 07 abstenções.

Paraná/Santa Catarina – As assembléias foram iniciadas na tarde de segunda-feira, 28, com os trabalhadores da Usina do Xisto, em São Mateus do Sul, onde a proposta conquistada teve 100% de aprovação. Na Repar, a proposta também foi aprovada por unanimidade na terça-feira, 29. Hoje, as assembléias começam nos terminais e prosseguem até sexta-feira, 02.

Rio Grande do Sul – A parcial das assembléias até esta quarta é de 277 votos a favor da proposta, 82 contrários e 07 abstenções. A consulta aos trabalhadores será encerrada nesta quinta-feira, 01.

Conheça as principais conquistas da proposta garantida na luta dos petroleiros

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram