×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 66

Representantes da FUP e de seus sindicatos filiados se reuniram com a direção da Petros para cobrar a resposta para a proposta feita pelas entidades sindicais de alongamento do prazo de pagamento dos empréstimos, de acordo com a expectativa de vida, para todos aqueles que possuem empréstimos com a Petros, possibilitando a diminuição do valor das prestações pagas.

O Objetivo da proposta era o de aliviar financeiramente os participantes e assistidos que possuem empréstimo com a Petros e estão pagando os equacionamentos. Com o alongamento do prazo, eles teriam a renda mensal aumentada, uma vez que o valor da parcela paga mensalmente seria reduzida de forma considerável.

Infelizmente, na reunião, a direção da Petros se negou a atender a esta proposta alegando dificuldades diversas. As entidades sindicais deixaram claro a sua discordância em relação a este posicionamento, pois esta é uma medida que não causa nenhum impacto atuarial ou prejuízo para o fundo de pensão. É uma decisão que depende exclusivamente da direção da Petros. Além de ser fácil de ser aplicada, trazendo benefícios imediatos.

No final da reunião, a Petros informou que apenas suspenderia por três meses a cobrança do empréstimo para aqueles que desejarem e ao final deste período iria fazer outra avaliação, podendo abrir uma nova opção de suspensão por mais três meses.

Esta não era a proposta que a FUP e os sindicatos queriam implementar, mas foi a proposta que a direção da Petros irá implementar. As entidades sindicais vão continuar tentando aprovar o alongamento do empréstimo pela expectativa de vida, enquanto isto os interessados que quiserem suspender o seu empréstimo por três meses devem aguardar que a direção da Petros ofereça esta opção.

É lamentável que a direção da Petros continue alheia à situação desesperadora pela qual passam os aposentados e pensionistas, proveniente dos descontos abusivos da AMS, que acabou impactando fortemente o orçamento financeiro da categoria.

[Com informações da imprensa do Sindipetro Bahia]

Publicado em APOSENTADOS

Nesta terça e quarta-feira (19 e 20/02), o Conselho Nacional dos Aposentados e Pensionistas da FUP (CNAP) volta a se reunir para discutir questões que estão na ordem do dia dos petroleiros, como Petros e AMS.

Os Sindicatos filiados à FUP poderão enviar até três representantes para o encontro, que, desta vez, será ampliado e contará com a participação também das Associações de Aposentados, que poderão indicar até dois representantes por entidade.

O Conselho será realizado no Rio de Janeiro, no Hotel Atlântico Business, localizado na Rua Senador Dantas, 25, no Centro da cidade.

O último CNAP ocorreu em 20 de dezembro, quando os aposentados e pensionistas da FUP indicaram que a estratégia de luta em defesa dos direitos dos participantes e assistidos da Petros deve ser o fortalecimento da proposta alternativa que as entidades representativas construíram para se contrapor ao Plano de Equacionamento dos Déficits (PED) do PPSP (repactuados e não repactuados).

O CNAP também discutiu os efeitos da Resolução número 25 da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União (CGPAR), que estabelece novas diretrizes para os planos de previdência das estatais federais.

A resolução limita a 8,5% a participação da patrocinadora e decreta o fim dos planos de benefício definido. Também permite a transferência da gestão dos planos para o mercado de previdência e orienta as estatais a patrocinarem novos planos somente na modalidade de contribuição definida. 

[FUP]

 

Publicado em PLANO PETROS 1

Nesta terça e quarta-feira (19 e 20/02), o Conselho Nacional dos Aposentados e Pensionistas da FUP (CNAP) volta a se reunir para discutir questões que estão na ordem do dia dos petroleiros, como Petros e AMS.

Os Sindicatos filiados à FUP poderão enviar até três representantes para o encontro, que, desta vez, será ampliado e contará com a participação também das Associações de Aposentados, que poderão indicar até dois representantes por entidade.

O Conselho será realizado no Rio de Janeiro, no Hotel Atlântico Business, localizado na Rua Senador Dantas, 25, no Centro da cidade.

O último CNAP ocorreu em 20 de dezembro, quando os aposentados e pensionistas da FUP indicaram que a estratégia de luta em defesa dos direitos dos participantes e assistidos da Petros deve ser o fortalecimento da proposta alternativa que as entidades representativas construíram para se contrapor ao Plano de Equacionamento dos Déficits (PED) do PPSP (repactuados e não repactuados).

O CNAP também discutiu os efeitos da Resolução número 25 da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União (CGPAR), que estabelece novas diretrizes para os planos de previdência das estatais federais.

A resolução limita a 8,5% a participação da patrocinadora e decreta o fim dos planos de benefício definido. Também permite a transferência da gestão dos planos para o mercado de previdência e orienta as estatais a patrocinarem novos planos somente na modalidade de contribuição definida. 

[FUP]

 

Publicado em APOSENTADOS
O primeiro dia de debates do I Encontro Mundial de Blogueiros teve um movimento eufórico e eficaz nas redes sociais. Blogueiros de corpo presente, ou não, fizeram um verdadeiro twitaço com arrobas de diversos estados do país. Durante todos os debates, os participantes puderam assistir esta movimentação dos twitters através da exibição da hastag oficial [...]

Leia mais: http://juventudepetroleira.wordpress.com/2011/10/29/twitter-sabota-hastag-blogmundofoz-e-causa-polemica-e-indignacao-entre-blogueiros-de-24-paises/

Publicado em JUVENTUDE PETROLEIRA

Image

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.