Você acompanha a atuação dos Conselheiros Deliberativos eleitos na Petros?

Para atualizar a categoria sobre as últimas ações dos representantes dos trabalhadores no Conselho da Petros e também sobre os encaminhamentos do Conselho Deliberativo da FUP em relação às questões previdenciárias e à AMS, o Programa Seguridade e Cidadania desta semana recebe Norton Cardoso, conselheiro Deliberativo eleito da Petros e ex-diretor do Sindipetro NF. 

O programa, realizado ao vivo, semanalmente, pela FUP, vai ao ar todas as quintas, às 10h, pelos canais da Federação no Youtube e no Facebook, sempre com a mediação do petroleiro e diretor da entidade, Paulo Cesar Martin. Para assistir acesse os seguintes os canais da FUP pelos links abaixo ou assista por aqui: 

Programa Seguridade e Cidadania - toda quinta, às 10h

No youtube:
https://youtu.be/3f47gg-P0SE

Ou no Facebook:
https://www.facebook.com/413464292044604/posts/4530267480364244/

 

Publicado em APOSENTADOS

Programa Seguridade e Cidadania, live semanal da FUP, transmitida ns manhãs de quinta pelo Youtube e Facebook, vai explicar como foram aplicados em setembro os reajustes dos aposentados e pensionistas dos Planos de Previdência Complementar do Sistema Petrobrás/Petros (PPSPs e do PP2).

"Há uma série de dúvidas na categoria, porque há várias situações que diferenciam os reajustes que foram aplicados. Essas diferenças existem entre os assistidos de cada plano e, até mesmo, entre assistidos de um mesmo plano. Essas diferenças também ocorrerem em relação as contribuições normais e extraordinárias de cada um desses planos e entre participantes e assistidos do mesmo plano", adianta o diretor da FUP, Paulo Cesar Martin, mediador do programa.

Na edição desta quinta, 30/09, o Seguridade e Cidadania recebe Luíz Felippe, assessor previdenciário da FUP e da ANAPAR e sócio proprietário da Consultoria EST Seguridade. "Ele irá explicar todas essas diferenças, os motivos e consequências para cada tipo de reajuste e contribuição dos nossos planos de previdência", diz Paulo Cesar.

Para assistir acesse os seguintes os canais da FUP pelos links abaixo ou assista por aqui:

 

Programa Seguridade e Cidadania - toda quinta, às 10h

No youtube:
https://youtu.be/YhmguPAIqqQ

No Facebook:
https://www.facebook.com/413464292044604/posts/4509844465739879/

 

 

Publicado em APOSENTADOS

A edição desta quinta-feira, 12, do programa semanal da FUP no Youtube, Seguridade e Cidadania, discute as ameaças e prejuízos do novo plano da Petros, Flexprev, para os participantes e assistidos dos PPSPs pós-70 e do PP2.

Recentemente, a direção da Petros divulgou a alteração dos regulamentos dos PPSPs pós-70 e do PP2 devido a um novo processo de migração para um novo plano de previdência complementar: o Flexprev.

Essa migração será oferecida somente aos participantes e assistidos que rescindiram seu contrato de trabalho na subsidiária da Petrobrás, a BR Distribuidora.

A FUP alerta que, apesar dessa migração estar restrita a esse grupo de participantes e assistidos, o processo pode prejudicar não somente os participantes e assistidos desse grupo, mas também todos os demais participantes e assistido dos PPSPs pos-70 e a grande maioria dos assistidos do PP2.

Para explicar a esses participantes e assistidos o que está em risco com o Flexprev, o programa Seguridade e Cidadania desta semana conversa com Luís Felippe Fonseca, assessor previdenciário da FUP, e Marcello Gonçalves, assessor juridico da Federação. 

Assista: 

Publicado em APOSENTADOS

Você sabia que a FUP tem parcerias com canais da mídia alternativa, com programas semanais ao vivo no YouTube, onde são debatidos os mais diversos temas? Vale a pena conferir, assinar os canais e acionar o sininho na plataforma.

Nesta quarta, 03, o programa  Invisível – Além do petróleo, que estreou semana passada no canal da TV 247, receberá o petroleiro Tiago Franco, dos coletivos LGBT da FUP e da CUT-SP, em uma conversa com Élida Elena, vice-presidenta da UNE, e Kelvin Nicolas, da Direção Estadual do MST-SP e do Coletivo Nacional LGBT Sem-Terra. Eles vão falar sobre lutas por soberania e liberdade no Brasil, abordando a parceria histórica de suas entidades nas grandes questões nacionais, como a defesa da Petrobrás, bem como a importância de combater a opressão e a violência estruturante da sociedade. O programa conta com a mediação das jornalistas Dafne Ashton e Andréa Trus e vai ao ar todas as quartas, às 14h. Veja abaixo o link: 

Na quinta-feira, é o dia do já tradicional Fórum Sindical, programa semanal que a FUP e o Sindipetro-NF realizam em parceria com a Revista Fórum, com debates e análises de temas da realidade brasileira, sob a ótica dos trabalhadores. O programa vai ao ar sempre às 20h,  mediado pela jornalista Maria Frô e com a participação de um trabalhador ou trabalhadora da indústria de petróleo. Esta semana, haverá uma edição especial voltada para a temática das mulheres. A filósofa, artista visual, escritora e professora da Paris 8, Marcia Tiburi, será entrevistada pela petroleira Bárbara Bezerra, antropóloga e diretora do SindipetroNF; pela vereadora Liana Lins (PT/Recife), que é professora de Direito da UFPE, e pela ativista feminista Laura Astrolabio, advogada especialista em direito público, co-criadora da Tenda das Candidatas e articuladora política do movimento Mulheres Negras Decidem. Veja abaixo o link:

Além destes canais parceiros, a FUP também tem uma programação semanal em seu canal no YouTube, onde toda quinta-feira pela manhã recebe convidados para tratar de questões relacionadas à seguridade social dos trabalhadores. O programa Seguridade e Cidadania é mediado pelo diretor da FUP, Paulo César Martin, com debates semanais sobre questões como Petros e AMS, a partir das 10h.Veja abaixo o link:

Conheça também a parceria da FUP com a revista Carta Capital e adquira já a sua assinatura com descontos exclusivos para os petroleiros e petroleiras. Saiba mais aqui.

Publicado em Movimentos Sociais

Image

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.