updated 9:49 PM BRST, Oct 17, 2017
Terça-Feira, 17 de Outubro de 2017

banner programacao

Lula aos petroleiros: “A gente vai ter que voltar a gritar em alto e bom som que o petróleo é nosso”

Em vídeo enviado aos petroleiros que participam do XVII Congresso Nacional da FUP, que acontece até domingo (06) em Salvador, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou o compromisso de lutar para que a Petrobrás volte a ser “uma empresa de fomento para que o restante da indústria brasileira possa crescer, gerar emprego, gerar renda e gerar cidadania para o povo brasileiro”.

“Eu não sei o que vai acontecer em 2018, eu não sei se a esquerda vai ter candidato, eu não sei se a esquerda vai ganhar, mas nós temos que ter o compromisso de que, se nós da esquerda brasileira ganharmos as eleições outra vez, e eu acho que podemos ganhar, a gente vai ter que voltar a gritar em alto e bom som que o petróleo é nosso”, afirmou Lula.

Na mensagem em vídeo de quase cinco minutos, ele chama a categoria a reagir aos ataques que a Petrobrás está sofrendo. “Não abaixe a cabeça, na hora de crise, levante a cabeça porque a gente ainda vai conquistar nosso país de volta”, declarou o ex-presidente, afirmando que os que hoje querem privatizar a empresa e desmontam a indústria naval são os mesmos que no passado afirmavam que era impossível “pensar a Petrobrás como uma empresa grande”.

“Tenho um profundo orgulho e espero morrer com orgulho de ter sido o presidente que mais visitou a Petrobrás, que mais visitou plataformas, que mais fez investimento produtivo na Petrobrás”, revelou Lula, afirmando que sempre acreditou que a empresa podia ser muito mais do que uma operadora de óleo e gás. Ao contrário do que preconizam os neoliberais e entreguistas, ele sempre “pensou na Petrobrás como uma empresa que se preocupasse também com o desenvolvimento de uma política industrial para esse país”.

“Pela dimensão, pela grandeza, pela potência de investimentos da Petrobrás, ela tem que pensar além do petróleo. Ela tem que pensar no conjunto da indústria e no conjunto do desenvolvimento”, declarou Lula. “É por isso que fizemos investimentos em ciência e tecnologia para que ela (a Petrobrás) pudesse fazer mais pesquisa e prospecção até descobrir o pré-sal, a maior reserva de petróleo descoberta no século XXI”, afirmou.

No vídeo aos petroleiros, o ex-presidente também disse que não se esquece de quantas críticas recebeu, quando decidiu construir as plataformas e sondas no Brasil e não mais fora do país, como o governo Temer e a gestão Pedro Parente voltaram a fazer. “Alguém dizia pra mim, mas é mais caro; e eu dizia, custa mais, mas a gente está gerando conhecimento, está gerando tecnologia, está gerando emprego, está gerando salário, está gerando consumo, a gente está contribuindo para que o Brasil seja dono de seu próprio nariz”, comentou Lula.

“Eu tenho muito orgulho do que vocês e o povo brasileiro me ajudaram a fazer pela Petrobrás”, destacou, afirmando que os desvios de gestão e malfeitos devem ser punidos, mas não podem ser usados como desculpa para destruir a empresa. “Quem errou obviamente vai pagar pelos seus erros, mas a gente não pode punir o Brasil, a gente não pode punir a Petrobrás e a gente não pode punir sobretudo os trabalhadores”, declarou.

FUP, foto de Diego Villamarin

Mídia

Última modificação emSexta, 04 Agosto 2017 15:09