updated 11:16 PM CDT, Jul 13, 2018
Domingo, 15 de Julho de 2018

Em Curitiba, petroleiros dão bom dia a Lula: “Você é a esperança do povo brasileiro”

Antes de iniciar a reunião do Conselho Deliberativo da FUP, os dirigentes sindicais petroleiros estiveram na manhã desta terça-feira, 12/06, no Acampamento Olga Benário, nas imediações da sede da Polícia Federal, em Curitiba, para participar do bom dia ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está há 67 dias preso arbitrariamente. A saudação foi feita pelo coordenador geral da FUP, Simão Zanardi, que comentou a gravidade da crise que o país vive.

“Estamos em um momento muito crítico, porque a Petrobrás foi atacada e com ela foi desmontada toda uma cadeia de empregos que existia no país e o nosso povo está sofrendo”, destacou.

Os aumentos diários dos combustíveis trouxe à tona a insatisfação da população com essa situação. “O governo Temer alinhou o preço da gasolina, do diesel e do botijão do gás de cozinha aos preços internacionais do barril de petróleo. Com isso, toda vez que sobe o barril do petróleo, sobe a gasolina, o diesel e o gás de cozinha”, explicou Zanardi, afirmando que os petroleiros são contra esse alinhamento internacional.

“Nós defendemos que o custo dos combustíveis e, principalmente, do gás de cozinha sejam de acordo com o custo da produção nacional. O Brasil tem petróleo, o Brasil tem refinarias, mas o governo Temer, golpista, está parando as nossas refinarias, está reduzindo a produção de derivados e está importando óleo diesel e gasolina dos Estados Unidos”, revelou o coordenador da FUP.

Zanardi alertou que essa política representa a volta ao colonialismo. “O Brasil no passado era um grande produtor de laranja e a gente vendia laranjas para os Estados Unidos e importava suco de laranja. Estão fazendo o mesmo com o petróleo”, comparou.

Emocionados, os petroleiros mandaram o recado ao ex-presidente Lula, repetindo juntos a saudação puxada pelo coordenador da FUP:

“Companheiro Lula, nós estamos aqui em Curitiba para reafirmar o nosso compromisso da luta pela soberania e pela democracia porque defender o Brasil é defender a Petrobrás. Juntos, estaremos quando a sua liberdade vier, porque você é a esperança do povo brasileiro”.

Após o bom dia a Lula, os dirigentes sindicais seguiram para a sede do Sindipetro Paraná/Santa Catarina, onde definirão os próximos passos da luta dos petroleiros contra a privatização do Sistema Petrobrás.

[FUP]

Mídia