updated 11:16 PM CDT, Jul 13, 2018
Segunda-Feira, 16 de Julho de 2018

FUP cobra fim da redução de salários e direitos dos terceirizados

WhatsApp_Image_2018-04-05_at_17.56.06_2.jpeg

Na manhã desta quarta-feira, 05/04, no Edise, a FUP realizou uma reunião da Comissão de Terceirização com a Petrobrás para tratar dos diversos problemas que afetam os petroleiros terceirizados. Além da FUP, a reunião contou com a participação de representantes dos Sindipetros da BA, Caxias, CE, ES e NF.

Um dos principais pontos abordados pela FUP foi a necessidade de aperfeiçoamento do processo de contratação das empresas prestadoras de serviços para a Petrobrás e Transpetro. Um dos exemplos citados foi a absurda situação da redução de salários e direitos na mudança de contrato. Além disso, outras consequências maléficas, fruto do processo de contratação, foi a falta de padronização das condições contratuais, folgas suprimidas e até a existência de trabalhadores recebendo abaixo do salário mínimo.

Falta Transparência

Para contribuir na fiscalização do cumprimento das obrigações contratuais pelas empresas contratadas, a FUP e seus sindicatos cobraram o acesso ao instrumento contratual que, apesar de serem públicos, a Petrobras não fornece.

Fundo Garantidor

Uma das principais conquistas da FUP para os petroleiros terceirizados, o fundo garantidor foi criado para evitar que as empresas deem calote no final do contrato. Mesmo assim foi reivindicado o aperfeiçoamento do Fundo Garantidor para dar maior agilidade e segurança no pagamento das verbas rescisórias.

Reuniões locais

A FUP solicitou também que sejam realizadas reuniões periódicas com cada sindicato para tratar dos diversos problemas locais que atingem os trabalhadores terceirizados, objetivando melhores condições de trabalho e vida.

Mídia