updated 9:39 PM BRST, Dec 11, 2017
Terça-Feira, 12 de Dezembro de 2017

Fundo soberano da Noruega alcança 1 trilhão de dólares

  • Publicado em SOBERANIA

riada nos anos 90, "poupança" foi inicialmente alimentada por recursos de gás e petróleo e tem como objetivo garantir aposentadoria a gerações futuras. Nível recorde equivale a 189 mil dólares para cada norueguês.O fundo soberano norueguês, o maior fundo de investimento do mundo, superou nesta terça-feira (19/09) pela primeira vez a marca de 1 trilhão dólares, segundo o Banco Central da Noruega, a instituição responsável pela administração dos recursos. Para efeito de comparação, o valor quase alcança o Produto Interno Bruto (PIB) do México.

O valor equivale a aproximadamente 189 mil dólares para cada um dos 5,3 milhões de habitantes da Noruega. Criado nos anos 1990, o fundo foi originalmente abastecido com receitas da produção de petróleo e gás do país. ele tem como objetivo garantir aposentadorias às gerações futuras e cobrir outras despesas estatais quando as reservas de petróleo se esgotarem;

Segundo a rede Bloomberg, o valor recorde anunciado hoje é fruto principalmente da desvalorização do dólar e do aquecimento verificado nas bolsas de valores mundo afora. Hoje, o envio de recursos do petróleo perdeu importância, e os valores do fundo soberano são formados principalmente por ações (65,1% do total no segundo trimestre de 2017) e por títulos e bens imóveis.

O fundo tem participações em 9 mil empresas, entre elas Apple, Microsoft e Nestlé. Já os imóveis incluem propriedades em áreas valorizadas de Nova York e Paris, como a Times Square e a avenida Champs-Élysées.

"Acho que ninguém esperava que o fundo chegasse a um trilhão de dólares quando foi feito o primeiro depósito de receitas do petróleo", disse Yngve Slyngstad, CEO do Norges Bank Investment Management, que atua como diretor executivo do fundo.

Em 1996, o fundo recebeu sua primeira injeção de recursos do petróleo, no valor de 300 milhões de dólares. Vinte anos depois, o governo fez o seu primeiro saque do fundo, retirando 781 milhões de dólares. Desde 1998, o fundo tem gerado em média retornos de 5,9% ao ano (ou 4% se a inflação for considerada). Em 2016, os retornos alcançaram 6,9%.

Entre os "rivais" do fundo norueguês estão o fundo governamental de investimentos para pensões do Japão, que alcança 1,3 trilhão de dólares e o governo chinês, que possui reservas de 3 trilhões de dólares em dinheiro.

Fonte: Portal Terra, com informações das agências internacionais

Mídia