Atenção
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 62

updated 11:28 AM CDT, Jun 23, 2018
Domingo, 24 de Junho de 2018

Democratizar a gestão do Sistema Petrobrás: uma conquista do trabalhador!

  • Escrito por 
  • Publicado em ELEIÇÕES
Entre os dias 08 e 16 de fevereiro, os petroleiros terão a chance de eleger diretamente um representante para o Conselho de Administração da Petrobrás. A votação será eletrônica, através da Petronet. O resultado final será divulgado na primeira quinzena de março.

PARA O C.A. DA PETROBRÁS, VOTE JOÃO ANTONIO DE MORAES (MORAES-FUP)

Pela primeira vez, um trabalhador será eleito para compor o órgão máximo de direção da maior e mais importante empresa do Brasil e da América Latina. Uma conquista do movimento sindical!

É fundamental elegermos conselheiros que de fato representem os trabalhadores e estejam comprometidos em defender o Sistema Petrobrás como patrimônio público e pilar da geração de empregos e distribuição de renda no Brasil. Por isso, o candidato apoiado pela FUP e seus sindicatos é João Antônio de Moraes, coordenador da Federação, com ampla experiência no movimento sindical e um dos principais articuladores da interlocução junto ao governo, parlamentares, movimentos sociais e demais segmentos da sociedade civil pelo fortalecimento da Petrobrás enquanto empresa pública e operadora única do pré-sal.

Eleição nas subsidiárias

A FUP e seus sindicatos também apoiarão candidaturas de representantes do movimento sindical para os Conselhos de Administração da Refap e da Transpetro, cujos nomes serão divulgados, assim que começar a campanha eleitoral. Na BR Distribuidora, a FUP e seus sindicatos apóiam Sérgio Vieira, diretor do Sitramico-RJ. Na TBG, a FUP recomenda o voto em candidatos que sejam sindicalizados, já que a representação no Conselho de Administração é dos trabalhadores e, portanto, é importante que seja eleito um conselheiro que de fato tenha compromissos com a classe trabalhadora.

Uma luta histórica!

A participação de um representante dos empregados no Conselho de Administração de empresas públicas é uma recente conquista dos trabalhadores e, em especial, da FUP, que desde a sua fundação luta pela democratização da gestão da Petrobrás. Pleito que foi levado pelos petroleiros ao presidente Lula, logo após a sua eleição, em 2002.

No dia 29 de dezembro de 2010, após dois anos de tramitação no Congresso Nacional, foi sancionada a Lei nº 12.353, que assegura o direito de trabalhadores elegerem um representante do Conselho de Administração de empresas públicas, sociedade de economia mista, subsidiária e suas controladoras em que a União detenha maioria do capital social. Foi a resposta do então presidente Lula a uma reivindicação histórica da classe trabalhadora, principalmente dos petroleiros, que, através da FUP e de seus sindicatos, tanto lutaram pela democratização da gestão da Petrobrás.

Mídia

Última modificação emSegunda, 13 Fevereiro 2012 21:47