updated 9:14 PM BRT, Apr 20, 2018
Sábado, 21 de Abril de 2018

Petroleiros repudiam entrega de 25% de Roncador para a Statoil

A Petrobrás e a Satoil anunciaram na manhã de hoje, em comunicados ao mercado, a venda, pela companhia brasileira, de 25% do campo de Roncador, na Bacia de Campos, para a estatal norueguesa.

Para o Sindipetro-NF, este é mais um ataque da agenda golpista contra a soberania brasileira, em manobra para tornar a Petrobrás cada vez mais frágil e pronta para uma privatização definitiva.

"É mais uma parte do pagamento do golpe. Nós alertamos que o golpe era para isso, para fazer a entrega do patrimônio brasileiro, dos nossos recursos naturais. E está aí a prova, com um dos nossos campos mais rentáveis sendo entregue a uma empresa estrangeira", protesta o coordenador geral do Sindipetro-NF, Tezeu Bezerra. O sindicalista lembra ainda que será necessário "continua a fazer a luta contra o golpe, com muita veemência".

De acordo com fato relevante publicado pela Petrobrás, a Statoil pagará um total de US$ 2,9 bilhões pela fatia do campo de petróleo —US$ 2,35 bilhões no fechamento da operação e US$ 550 milhões em pagamentos contingentes.

Descoberto em 1996, o campo de Roncador fica a 125 quilômetros da praia do Farol de São Thomé, em Campos dos Goytacazes (RJ), possui 400 quilômetros quadrados e mantém produção média de 240 mil barris de óleo diários, somadas as plataformas P-52, P-54, P-55 e P-62.

Fonte: Sindipetro-NF

Mídia