updated 7:33 PM BRST, Nov 23, 2017
Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017

Demissão de dirigente sindical é cancelada pela PetroReconcavo

Após paralisação realizada pelo Sindipetro Bahia, a direção da PetroReconcavo resolveu negociar com o sindicato e concordou com o cancelamento da demissão do dirigente sindical, Luiz Matos Júnior, uma vez que o mesmo, de acordo com a lei, tem estabilidade no emprego, exatamente por ter sido eleito para fazer parte da direção do Sindipetro Bahia e estar exercendo o papel de representante dos trabalhadores.  

A direção do Sindipetro também negociou com a empresa a liberação de Luiz Matos por entender a importância do setor privado de petróleo e a necessidade de mais dirigentes sindicais liberados para que possam atender à crescente demanda desse segmento que vem sendo afetado de forma violenta pelas mudanças na legislação trabalhista, impostas pelo governo golpista de Temer (PMDB) e seus aliados, a maioria do DEM e do PSDB.

Desta forma, Matos continuará desenvolvendo suas atividades sindicais na PetroReconcavo, mas também estará presente nas bases das outras empresas do setor privado, fortalecendo o trabalho e a atuação do Sindipetro Bahia.

O assunto foi debatido e deliberado pelos trabalhadores da PetroReconcavo em assembleias que aconteceram na manhã da sexta-feira, 01/09, em São Roque e Cassarongongo. A notícia foi comemorada pelos trabalhadores, que juntamente com o Sindipetro, foi responsável por essa vitória. Foi ressaltada a importância da liberação do dirigente sindical que “poderá ampliar a sua excelente atuação na base em defesa dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras”.

Fonte: Sindipetro-BA

Mídia