updated 8:22 PM BRT, May 20, 2017
Terça-Feira, 23 de Maio de 2017

Assembleias na Repar debatem deflagração de greve por conta do efetivo

A partir desta quarta-feira, 17, e até o dia 26 de maio, o Sindipetro Paraná e Santa Catarina vai realizar seis sessões de assembleia com os trabalhadores da Repar para debater e deliberar sobre o indicativo de greve por tempo indeterminado, a ser deflagrada a qualquer momento, em caso de redução do quadro de efetivo próprio, bem como mediante a implantação de qualquer prática de gestão que prejudique as condições de trabalho na refinaria.

O baixo número de trabalhadores próprios é um problema histórico na Repar, mas foi muito agravado com os últimos dois Planos de Incentivo à Demissão Voluntária (PIDVs) e os desligamentos continuam em ritmo intenso. A empresa não dá sinais de que pretende recompor o efetivo, mesmo com a fadiga coletiva e os riscos que assume ao operar a refinaria com um quadro de empregados muito abaixo do mínimo ideal.

A assembleia ainda irá avaliar e decidir sobre o relatório final da Comissão de Ética do Sindipetro PR e SC que julgou os casos de práticas antissindicais durante os últimos movimentos grevistas.

Fonte: Sindipetro-PR-SC

Mídia