updated 8:11 PM BRST, Oct 20, 2017
Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017

Sindipetro faz paralisação contra o desmonte e privatização da Petrobrás

No Dia Nacional de Prevenção a Acidentes de Trabalho, a direção do Sindipetro Bahia e trabalhadores realizaram nesta manhã de quinta (27\07), no Trevo da Resistência da Refinaria Landulpho Alves, o Ato Nacional de Paralisação contra a redução de efetivos nas refinarias de todo país, privatização da Petrobrás e reformas da Previdência e Trabalhista. Os petroleiros da Rlam, Temadre e Termelétrica Celso Furtado participaram da atividade.

O coordenador do Sindipetro, Deyvid Bacelar, lembrou que o momento é difícil e a classe trabalhadora está sendo a única prejudicada. "Nesse momento, a participação na luta tem que ser de todos, ou todo mundo se afoga junto", advertiu.

Para o diretor do Sindipetro Bahia, André Araújo, "com essa política irresponsável de redução de efetivo aumenta o risco de acidentes, colocando em perigo os funcionários, a unidade operacional e danos ao meio ambiente”.

Já o diretor Jorge Arléo chamou a atenção para "na próxima eleição o povo além de votar no presidente Lula, tem que se atentar e votar em governadores, senadores e deputados que realmente  lutam e representam os interesses do povo brasileiro".

O que o país está sofrendo hoje faz parte da continuidade do golpe que sofreu com o impeachment da presidenta Dilma Rousseff. "Estamos sendo administrados por um governo golpista e fascista, que comprou o Congresso, onde infelizmente está cheio de canalhas que só pensam em seus interesses", ressaltou Alberto Jorge, inspetor de equipamentos da Rlam e presidente do PT de Amélia Rodrigues.

É importante todos estarem conscientes do que está acontecendo no Brasil. "O momento atual é muito difícil para o trabalhador, o governo já aprovou a Reforma Trabalhista, a Lei da Terceirização e o próximo passo é mexer na nossa Previdência", fez o alerta o deputado federal Nelson Pelegrino.

Os diretores Gilson Sampaio (Morotó), Francisco Ramos (Chicão), Paulo Landulpho, Sinvaldo Costa (Pelé), Jackson Lima, Élcio Santana, Álvaro Bittencourt, Pedro Batista, João Marcos e Aguinaldo dos Santos também participaram do ato.

Fonte: Sindipetro-BA

Mídia