updated 7:29 PM BRST, Nov 24, 2017
Sábado, 25 de Novembro de 2017

Defender a Petrobrás é Defender o Brasil

  • Publicado em V PLENAFUP

Os petroleiros estão em contagem regressiva para a V Plenária Nacional da FUP, que começa hoje na Escola Florestan Fernandes, centro de formação de lideranças do MST, na cidade de Guararema, interior de São Paulo. Com o tema “Defender a Petrobrás é Defender o Brasil”, a plenária acontece até domingo, em um momento de grandes desafios para a categoria e sediará debates estratégicos, como a defesa do pré-sal e da soberania nacional, a reforma política, os riscos da terceirização, a insegurança no trabalho e questões conjunturais da Petrobrás.

A Plenária Nacional da FUP é o principal fórum de deliberação dos petroleiros, onde os delegados eleitos nos congressos regionais discutem pautas de reivindicações e planos de luta. O evento contará com a participação de cerca de 150 delegados, além de observadores, assessores e convidados.

Solidariedade classista

Mais uma vez, os petroleiros da FUP realizarão sua plenária nacional em um espaço de luta e de formação dos movimentos sociais. A Escola Florestan Fernandes pertence ao MST e completa este ano uma década de existência, em meio a uma crise financeira grave, que ameaça a sua sobrevivência. Por isso, todos os recursos da V Plenafup serão aplicados na escola, que tem sido um importante centro de formação para as lideranças sindicais e sociais não só do Brasil, como de toda a América Latina. Assim como fizeram em outras ocasiões, as delegações de petroleiros reverterão para a luta social valores que seriam apropriados por um hotel. A riqueza dessa experiência foi comprovada e aprovada pela categoria em 2009 e em 2013, quando a FUP realizou suas plenárias em núcleos de formação do MST no Paraná e no Ceará, respectivamente.

Confira a programação:

Quarta-feira - 01 de julho

09h às 20h – Chegada das delegações

09h às 18h – Credenciamento

12h às 14h – Almoço

16h às 19h – Reunião das forças políticas

19h às 21h – Jantar

21h – Peça Teatral sobre a greve de 1995  e confraternização.

 

Quinta-feira - 02 de julho

6h – Ato no Terminal de Guararema

08h às 14h – Credenciamento

10h às 11h – Aprovação doRegimento Interno e Eleição da Mesa Diretora

11h às 12h – Apresentação dasteses e eleição datese guia

12h às 14h – Almoço

14h às 17h00 – Mesa temática sobre Soberania Alimentar, com participação do ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias e de representante do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA)

19h – Abertura Oficial da Plenária

21h - Jantar

 

Sexta-feira - 03 de julho

09h às 11h –Mesatemáticasobreconjuntura política e econômica, com participação de Gilmar Mauro, da Coordenação Nacional do MST, e de Adhemar Mineiro, do Dieese.

11h às 13h – Mesa temática sobre o setor petróleo, com participação de representantes da Plataforma Operária e Camponesa para a Energia

13h às 15h - Almoço

15h às 17h– Mesa temática  sobre saúde e segurança, com participação da médica e pesquisadora da Fundacentro, Leda Leal Ferreira, e de Paulo Rogério Albuquerque de Oliveira, do Ministério da Previdência Social.

17h às 19h –Mesa temática sobre terceirização, com participação do desembargador do Tribunal Regional do Trabalho do DF/TO, Grijalbo Fernandes Coutinho, e Graça Costa, secretária de Relações do Trabalho da CUT.

19h às 21h – Jantar

21h às 22h –Reunião das forças políticas

22h – Confraternização

 

Sábado - 04 de julho

09h às 12h – Plenária de discussão da pauta de reivindicações

12h às 14h – Almoço

14h às 20h –Plenária de discussão da pauta de reivindicações

20h às 22h – Jantar

22h – Confraternização

 

Domingo - 05 de julho

09hàs12h– Plenária de discussão da pauta de reivindicações

12h às 13h – Mesa de encerramento

13h às 15h – Almoço

14h – Retorno das delegações

Mídia

Última modificação emQuinta, 02 Julho 2015 18:43
Mais nesta categoria: Programação »