updated 11:39 AM BRT, Sep 20, 2017
Quarta-Feira, 20 de Setembro de 2017

Discursos de abertura da I PlenaFUP reafirmam a união entre trabalhadores do campo e da cidade

  • Publicado em I PLENAFUP

Imprensa do Sindipetro NF

A abertura da 1ª PlenaFup teve início às 20 horas com a execução da Internacional Socialista. Em seguida foi exibido um vídeo sobre o Assentamento do Contestado e como se deu a parceria entre a FUP, o Assentamento, a Via Campesina e o MST. O dinheiro investido pelos petroleiros possibilitou obras de infraestrutura no local, como reformas na cozinha, construção de alojamentos e banheiros.

No vídeo, o representante do MST, Roberto Baggio, saudou a iniciativa histórica e ousada da FUP e sugeriu sua multiplicação pelo país. Um momento emocionante ocorreu quando novamente tocou a Internacional e todos acompanharam com palmas.

Após a exibição do vídeo foi composta a mesa de abertura que contou com as presenças do Coordenador da FUP, João Antônio Moraes, do Coordenador do Sindipetro Paraná, Silvaney, além dos representantes da CUT Nacional, ICEM, CTB, Sindicato dos Trabalhadores do Setor Petróleo da Venezuela, Sindicato dos Eletricitários do Paraguai, União Brasileira dos Estudantes Secundaristas, PT, PC do B e Petros. Também estavam presentes o Coordenador do MST, João Pedro Stédile; a Secretaria Estadual de Cultura, Vera Mussi e o Prefeito da Lapa, Paulo Viriato.

A maioria dos discursos se pautou pelo reconhecimento do momento histórico que era a realização desse evento num assentamento do MST, que representava a união dos trabalhadores do campo e da cidade, além da aliança em prol da luta de classes.

Os representantes internacionais reafirmaram a importância da integração entre os povos e a união na construção de uma América Latina onde o povo se aproprie dos seus recursos.

Mídia

Última modificação emSegunda, 20 Fevereiro 2012 12:22